5 sinais de que você precisa de um Mentor para sua Empresa

5 sinais de que você precisa de um Mentor para sua Empresa

Empreender não é uma tarefa fácil, são inúmeros questionamentos e decisões a serem tomadas, mesmo as melhores ideias podem não dar certo por conta da falta de experiência. É possível ter sucesso a partir da tentativa e erro dentro de uma empresa, mas contar com a ajuda de um mentor facilita muito o processo.

Segundo um estudo da Endeavor, 74% dos empreendedores que passaram por um processo de mentoria tiveram sucesso no começo de seu negócio. Devido ao empoderamento gerado, essa prática tem se tornado muito popular, mas é preciso entender a diferença fundamental entre um mentor e um consultor.

Mentor é uma pessoa que já trilhou o mesmo caminho e chegou ao patamar que você quer chegar, ou seja, que aprendeu através da experimentação, empiricamente. O consultor, por sua vez, é um especialista em uma área específica, possuindo conhecimento formal e não, necessariamente, na prática.

O mentor, com base na sua vivência, auxilia os empreendedores a gerir sua autoaprendizagem, a compreender melhor o mercado onde estão inseridos e amadurecer o modelo de negócio.

Mas como saber o momento exato de recorrer a esse tipo de ajuda? Pensando nisso, separamos 5 sinais de que você precisa de um mentor para sua empresa:

1 – Nova área de negócio

O primeiro passo ao se aventurar em um novo negócio ou nova área de atuação é ouvir quem já faz parte daquela realidade. Absorver conhecimento sobre as particularidades do campo, a concorrência, o que é possível e o que não é possível realizar.

Por ter experiência, o mentor sabe quais são os melhores caminhos a serem seguidos e já testou muitas opções, encurtando os testes a serem efetuados.

2 – Noção de escala

A ajuda de um mentor se faz necessária também quando se deseja obter crescimento proporcional sem a necessidade de aumentar os custos operacionais.

Como algumas empresas conseguem crescer acima do esperado, enquanto a minha mal supre suas necessidades básicas? Como tornar o meu produto replicável? Esses são questionamentos que podem ser sanados por um mentor.

3 – Problemas de gestão

Gestão de pessoas, financeiro, processos, comercial e produtos, são muitas áreas distintas que envolvem o dia a dia de uma empresa, sendo muito difícil dominar plenamente todas elas. Ao mesmo tempo, problemas em qualquer um desses pilares pode impedir o crescimento do negócio.

A mentoria facilita a construção de um plano de aperfeiçoamento, pode indicar modelos de gestão, focar e buscar a resolução precisa de problemas.

No IEV, nós detectamos os principais pontos a serem trabalhados na sua gestão comercial, oferecendo as melhores soluções em vendas do Brasil. Nosso fundador Victor Vieira e seus sócios, Thiago Concer, Raul Candeloro e Marcelo Caetano, te ajudam a se tornar um especialista, com base em suas respectivas experiências de sucesso em vendas e gestão. Além disso, contamos com um time de mentores para alunos e franqueados. Saiba mais!

4 – Economizar de Recursos

Acredita que sua empresa está desperdiçando recursos? Não sabe mais como cortar gastos? Certamente um mentor terá algumas ideias de como fazer isso a partir do como ele faz no seu próprio negócio.

Além disso, otimizar os processos de gestão, por exemplo, economiza o recurso mais importante: tempo. Por que esperar 10 anos para obter o resultado que almeja se, com o direcionamento certo, você pode chegar lá em 5?

5 – Conexão com o público

Num contexto extremamente competitivo, onde novas ideias surgem a cada segundo, o foco, cada vez mais, é o cliente. De nada adianta melhorar todos os processos, entender o mercado, criar um produto escalável se ele não atende a expectativa do cliente.

Milhares de ideias brilhantes podem se perder por não encontrar ou não se conectar com o seu público. A visão mais experiente do mentor e, principalmente, sua capacidade de inspirar muitas pessoas, pode ser absorvida para gerar mais empatia com o consumidor. E o relacionamento com o cliente é peça fundamental para o sucesso.

LEIA MAIS: 8 dicas para gerar rapport (empatia, conexão) em vendas

REDES SOCIAIS: