Compensados Anápolis alcança crescimento de 10% no faturamento com o IEV

Compensados Anápolis alcança crescimento de 10% no faturamento com o IEV

A Compensados Anápolis é uma empresa especializada em soluções para marcenaria. O negócio, líder de mercado atualmente, foi fundado em 1993 por Marcos Aurélio Rodovalho, que iniciou sua carreira em outra empresa como vendedor, empreendeu e iniciou a companhia.

A empresa atua a partir de uma loja ampla e três depósitos, com 54 funcionários, 10 deles da equipe de vendas. 

“Trabalhamos no ramo de marcenaria e entendemos o marceneiro, que é o nosso alvo. Hoje, todos os nossos funcionários são capacitados para atender o cliente, nosso atendimento é diferenciado e somos líderes de mercado, referência. Isso nos ajuda a atender desde o pequeno ao grande marceneiro, além do consumidor final”, detalha Wanessa Rodrigues Pereira, gerente comercial da empresa há 9 anos.

Para ela, um grande ponto de atenção da Compensados Anápolis é a satisfação do consumidor. O negócio proporciona isso ao disponibilizar um amplo mix de produtos, além de diferenciar seu setor comercial em relação ao mercado.

Como a Compensados Anápolis conheceu o IEV

Esse desejo de proporcionar o melhor também foi um dos pontos que levou a Compensados Anápolis a conhecer o IEV. 

Assim, Wanessa conta que o primeiro contato do negócio com o Instituto de Especialização em Vendas aconteceu através de uma franqueada. Ao entender a necessidade de aprimorar a equipe, a empresa participou de uma reunião estratégica com um especialista do IEV. 

Nesse encontro, todos os desafios da equipe comercial foram mapeados, e a empresa recebeu um plano personalizado para superá-los.

Wanessa conta que a proposta do PDC (Programa de Desenvolvimento Comercial) foi recebida com entusiasmo na empresa. “Tanto o diretor quanto eu ficamos interessados no processo de treinamento e capacitação da equipe”, ela pontua.

“Nós sempre tivemos essas preocupações de, com um treinamento, fazer a equipe trabalhar no mesmo sentido. Quando um cliente entrar na loja, que todos fossem atendidos da mesma maneira, que nós tivéssemos um padrão de atendimento”, a gerente pontua.

A partir disso, a Compensados Anápolis iniciou sua jornada de desenvolvimento comercial, o que gerou resultados a curto e a longo prazo.

Faturamento: o maior desafio

Para a Compensados Anápolis, o PDC era a solução para desafios além da especialização da equipe e do batimento das metas, mas também para impulsionar o faturamento. “Os principais desafios eram a disciplina da equipe, aumentar o faturamento, que sempre é um desafio do varejo, reativação de clientes e, principalmente, um trabalho interno”, esclarece Wanessa.

“Nós conseguimos, hoje, ter um trabalho uniforme dentro da equipe de vendas. Através da Roda das Vendas (ferramenta para criar processos de vendas), eles conseguem atender da mesma maneira. Desde a abordagem até o fechamento das vendas, hoje, percebemos que as coisas melhoraram bastante. As vendas aumentaram também por outros fatos, mas um deles não deixa de ser o treinamento, a disciplina do vendedor, de todo o trabalho que a gente vem fazendo com o IEV”, a gerente expressa.

“Nós estamos quase no final do curso, e só ganhamos com isso”

Hoje, a equipe da Compensados Anápolis vê a diferença nas vendas. A gerente conta que, com os resultados que alcançaram desde o início da parceria, a equipe se sente engajada e participa das mentorias com bastante interesse. “Implantamos a ideia com um tanto de dificuldade, mas eles compraram depois. Hoje, eles adoram a mentoria do Victor (Café com Vendas, a mentoria exclusiva para vendedores)”.

Para Wanessa, outra grande conquista foi a reativação de clientes inativos. Hoje, as carteiras dos vendedores estão organizadas, o que possibilita um atendimento de qualidade e melhores vendas.

“O IEV me ensinou como cobrar resultados da maneira correta, como acompanhar a equipe da maneira correta”

As mudanças não ficaram restritas à equipe. A gerente conta que, hoje, ela vê o papel de líder de outra forma. “Até no meu caso, de liderança, a gente fazia da maneira errada. Não sabíamos como fazer, como agir, mas agora aprendi a fazer treinamento, aprendi um monte de coisa”, ela expressa.

Para o desenvolvimento dela, outra ponto-chave foram os ensinamentos de Raul Candeloro, professor do curso de Gestão de Equipes Comerciais (GEC) e referência internacional em gestão. “Eu melhorei a liderança em si, como fazer reuniões, como fazer treinamento, como fazer uma campanha de vendas. Tudo isso eu aprendi; como cobrar essa campanha de vendas, como comprar resultados. Coisas que a gente fazia, mas não fazia com motivação, com entusiamo”, a gerente ressalta.

Atualmente, a gerente está participando do módulo de Recrutamento e Seleção, e já pretende aplicar os conhecimentos. “Há uma empresa que faz o processo seletivo para nós, mas agora eu vou pedir para acompanhar esse recrutamento e seleção, coisa que eu não fazia”, fala.

Desenvolvimento do pensamento estratégico

Com o PDC, a Compensados Anápolis ganhou uma nova visão sobre o mercado. Wanessa conta que, além das habilidades em vendas e gestão, ela adquiriu pensamento estratégico.

“O IEV me mostrou os custos que a empresa tem com tudo que a gente vem fazendo. Nós passamos a ver que tudo o que fazemos hoje tem custo. Então, tudo tem que ser bem feito, tem que ser analisado. Eu aprendi a avaliar as coisas bem a fundo com o IEV, analisar cada detalhe”, a gerente destaca.

Junto a isso, ela pontua que as mentorias para gestores têm feito muita diferença. Nesses encontros, gestores participam de grupos de networking, pensamento estratégico e adquirem visões exclusivas sobre o mercado. 

“As mentorias que mais chamaram a minha atenção são as de indicadores de performance e sobre a Roda das Vendas, mas todas são boas. Cada uma tem a sua função, a sua particularidade, você tem que saber usar no dia a dia o que é passado alí”, ela relata.

Para a gestora, outro diferencial dessas reuniões é o apoio da equipe do IEV. “Às vezes, a gente está em uma mentoria e eu peço ‘me manda isso’ e, assim que acaba a mentoria, chega no meu e-mail. Vi que realmente o que falamos é ouvido. Então, o IEV realmente é um parceiro”, Wanessa conta.

Os resultados em números

Hoje, a Compensados Anápolis adquiriu uma cultura de estudos e aperfeiçoamento, que fica bem clara por conta de alguns hábitos: todas as segundas-feiras, o time se reúne para assistir às mentorias, discutir o que foi aprendido e pensar em como aplicar as técnicas no dia a dia.

Todos esses aprimoramentos impulsionaram os números do negócio. Wanessa conta que, desde que a equipe começou a especialização, a empresa tem alcançado um crescimento de 10% no faturamento.

“É um conjunto de fatores que auxiliaram no aumento das vendas, mas não posso deixar de enfatizar o trabalho da equipe, que tem sido muito bom. É uma equipe que tem atendido muito bem, trabalhado muito bem”, ela complementa.

“O treinamento da equipe com vocês está sendo muito bom, mas o apoio, a parceria, foi essencial”

Wanessa conta que, pela qualidade e pelo apoio do IEV, se sente muito satisfeita com os resultados do programa, que fortalecem o valor da parceria que foi firmada.

“Para o que a gente precisar, tem um WhatsApp, tem um telefone, tem o e-mail, vocês estão sempre prontos para nos atender, e isso é muito importante. Tem sempre alguém para nos dar um apoio”, ela detalha.

“O que torna vocês especiais é a maneira de nos atender, de nos apoiar, de tudo o que a gente precisa, vocês estarem dispostos a ajudar. A gente realmente nota que vocês são parceiros”, finaliza.