“Consegui fazer em três meses o que não fiz em três anos” conta gestora da Martins Alvarenga sobre o IEV

“Consegui fazer em três meses o que não fiz em três anos” conta gestora da Martins Alvarenga sobre o IEV

A Martins Alvarenga (MA) é uma das distribuidoras da Bio Extratus e foi criada em 2017 na Praia Grande (SP), Baixada Santista. A empresa surgiu da necessidade de desenvolver o setor de cosméticos na região e, entre seus valores, está sempre apreço do bom relacionamento com o cliente.

O negócio atende 11 cidades e atua no segmento de cosméticos, principalmente com lojas especializadas, mas também drogarias e salões de beleza. Para 2021, o crescimento é o foco, e uma das metas é expandir e agregar supermercados.

A gestora Elizangela Martins Moreira conta que a MA nasceu de um sonho compartilhado com o marido, José Alvarenga Júnior, de ser empreendedor. Por isso, o negócio é uma junção dos dois sobrenomes, como uma união pelo mesmo objetivo. A gestora diz que o nome, a origem e a história são coisas que eles prezam muito.

Elizangela sempre foi vendedora e, depois de muita dedicação, ela e José foram encarregados da gestão e de desenvolver o setor de cosméticos na região da Baixada Santista. Mesmo com as dificuldades, aceitaram o desafio de ir para outro estado e empreender. 

Assim, desde abril de 2017, a Martins Alvarenga vem fortalecendo o setor comercial da região do litoral. A empresa conta com 17 funcionários, mas só um vendedor no momento, o José.

Como a Martins Alvarenga conheceu o IEV

A gestora da Martins Alvarenga conheceu o Instituto de Especialização em Vendas por meio da indicação da Letícia Fabian, gestora da Bio Ativos, outra distribuidora da Bio Extratus no sudoeste do Paraná.

A MA entrou no Programa de Desenvolvimento Comercial (PDC) no início de 2020.

Para Elizangela, o que despertou o interesse foi o aprendizado sobre recrutamento e seleção. “A minha necessidade naquele momento era diminuir o máximo possível o erro nas contratações”. 

No começo, por conta de todas as responsabilidades, o processo era feito muito rapidamente e “em cima da hora”, como ela destaca. Por conta das responsabilidades da gestão, ela enfrentava algumas dificuldades no processo de contratação.

Assim, isso acarretava muitas admissões ineficazes, o que foi um grande prejuízo para a empresa. Além da frustração, ela conta que era difícil treinar alguém, apresentar a Martins Alvarenga, seus sistemas e não ter resultados.

Hoje, o processo é otimizado e baseado em métodos, e agora as contratações são certeiras. “Melhorando nesse ponto, eu consigo fazer com que a pessoa trace um projeto de vida longo na empresa. E fica mais fácil treinar a pessoa, na habilidade, no produto”.

Pensando nesse espírito de equipe, ela ressalta: “uma estrela sozinha é apenas uma estrela. Mas várias estrelas juntas formam uma constelação”.

Para ela, um dos aprendizados que fica sobre a área de recrutamento e seleção foram as perguntas que foi instruída a fazer e como observar a atitude do entrevistado. 

Além disso, a MA conseguiu otimizar outros processos. “A gente foi descobrindo outros itens que precisavam de ajuste, que precisavam ser intensificados. Havia até algumas coisas que a gente já percebia que precisava fazer, mas acabava deixando de lado e adiando”.

Resultados da Martins Alvarenga com o IEV

De junho a dezembro de 2020, as vendas cresceram 8% em relação a 2019. Além das dificuldades causadas pela  pandemia de coronavírus, a gestora conta que esse resultado superou todas as expectativas. Isso porque, a MA teve aumento nas vendas mesmo enfrentando outro desafio: a falta de mercadoria.

 “Consegui fazer em três meses o que não fiz em três anos”, conta. 

Além do foco da gestora, que era recrutamento e seleção, toda a equipe da Martins Alvarenga participou do treinamento. Para Elizangela, um time bem treinado faz toda a diferença. Isso porque, ela destaca, o pós-venda também é importante. A equipe da MA oferece o melhor tratamento e soluções para o cliente.

Ainda, em relação aos lucros, ela se surpreendeu. “Antes do IEV a gente não tinha nem noção de lucratividade”. A partir dos ensinamentos, foi possível até mesmo formular uma meta de vendas. Ela aprendeu a olhar a saúde do negócio de outra forma. “Não adianta a gente vender sem saber como tá a empresa”.

A cultura de valorização de clientes e  profissionais na empresa

A gestora também destaca que sempre deu muito valor para o treinamento. Sendo assim, ela, em conjunto com outros os funcionários, sempre tiravam um tempo para estudar, assistir às lições e discutir o que foi aprendido. Para reforçar a importância do estudo, Elizangela sempre enfatizava um princípio para o time: “Profissional não ganha pouco. Ganha muito”.

Além disso, o aprendizado também veio em um momento de muita transformação. “2020 foi libertador no sentido profissional”, ela destaca. Mesmo com as dificuldades, a MA pode reinventar seus resultados. “Antes, a gente temia muito a área. Eu era refém de cliente e refém de funcionário. Depois do IEV, todo mundo bate meta”.

Elizangela realça que a valorização do cliente é um conceito forte na Martins Alvarenga. “Nós não nos interessamos em vender para o cliente apenas uma vez”. Por isso, as lições do Programa de Desenvolvimento Comercial do IEV ajudaram ela e outros funcionários a continuar trabalhando da melhor forma. 

Hoje, pensando na satisfação dos compradores, ela também implementou uma etapa de pós-venda com feedbacks. “A partir de 2021, vamos manter ainda mais esse relacionamento com o cliente”.

Você recomendaria o IEV?

“Indico o IEV com o maior prazer, pois sei que vocês irão acompanhar a pessoa da melhor forma”. 

Ela conta, inclusive, que já recomendou o Instituto de Especialização em Vendas. Para a gestora, o maior diferencial é o acompanhamento constante e o comprometimento em alcançar as metas da empresa.

Elizangela relata que, por conta da pandemia, a ideia de entrar para o PDC veio em um momento muito difícil. “Nem faturamento a gente tinha pra fechar o treinamento”. 

Porém, mesmo com as muitas dificuldades enfrentadas, a Martins Alvarenga fechou o ano satisfeita com os resultados e com as lições aprendidas. “Foi pegar na minha mão no momento mais difícil e dar clareza de enxergar coisas que eu achava impossíveis de fazer e na realidade não eram”.

“O que me chamou a atenção foi o recrutamento e seleção, mas quando chegou no geral, tudo influenciou. Porque tinha uma equipe para nos acompanhar até acertar. Já tinha feito outros treinamentos muito rápidos. Mas a bagagem de especialistas, saber como fazer, pra quem perguntar, isso faltava e fez toda a diferença ”.

Instituto de Especialização em Vendas (IEV)

IEV foi fundado em 2014 e nasceu com a missão de transformar o mundo através das vendas.  O Instituto de Especialização em Vendas busca propagar a formação de profissionais de alto nível em performance nas vendas por todo o país. Utilizando metodologias práticas e exclusivas, o IEV oferece as melhores e mais completas soluções que se adequam à sua necessidade ou a do seu negócio.

Muito mais do que a maior escola de vendas do Brasil, o IEV é referência no que faz e se compromete com a concretização das metas de seus clientes, levando-os aos resultados desejados com uma experiência memorável.