Dicas para comprar franquia: custos e fatores que ajudam a fazer a escolha certa!

Pensa em comprar uma franquia? Saiba que este modelo de negócio vem se mostrando cada vez mais vantajoso, especialmente por oferecer, ao empreendedor, diferentes formatos e opções de investimento.

No ano de 2020, mesmo em meio à crise do novo coronavírus, o mercado de franquias demonstrou solidez. De acordo com a ABF – Associação Brasileira de Franchising, o setor apresentou um faturamento próximo dos R$44 milhões no terceiro trimestre de 2020.

Este valor representa o indicativo de uma recuperação rápida diante do cenário de instabilidade econômica que desestruturou tantos setores ao redor do mundo. 

Portanto, se você planeja comprar uma franquia, continue lendo este artigo. Falaremos sobre os principais aspectos a se considerar antes de tomar a decisão! 

Recomendações para comprar franquia: o que levar em conta? 

Se comprar franquia é um de seus objetivos, é importante saber os critérios fundamentais a se levar em conta antes de escolher um negócio para investir. 

Separamos alguns destes critérios e explicamos, a seguir, o que deve ser considerado em cada um deles. 

Tipos de franquia

Existem inúmeros tipos de franquia no mercado. É importante conhecê-los e entender suas particularidades para eleger aquele que melhor se adeque às condições disponíveis para o investimento. 

Cada tipo de franquia conta com uma estratégia própria de crescimento, e se sustenta em um modelo de negócio. 

Para você ter uma ideia, aqui estão os principais tipo de franquias existentes no mercado: 

  • microfranquia: uma microfranquia conta com investimento inicial de até R$90 mil, operação simplificada e baixo custo operacional. 
  • franquia online: indicada para quem deseja trabalhar sozinho ou com equipe reduzida, a franquia online conta com uma operação digital, realizada via internet. 
  • master: em uma franquia master, o franqueado adquire o direito de implantar ou terceirizar unidades em sua região. É um modelo comumente utilizado em grandes redes. 
  • unitária: contratualmente, a franquia unitária dá, ao franqueado, direitos sobre a unidade negociada. Caso deseje expandir ou abrir uma nova franquia, precisa firmar um outro contrato com a franqueadora. 
  • combinada: neste tipo de franquia, um mesmo ponto comercial abriga diversas franquias, que, em geral, oferecem produtos complementares entre si. 
  • store in store: franquia instalada dentro de um outro espaço (um exemplo conhecido é o de quiosques instalados em shoppings ou galerias comerciais). 

Capacidade financeira

Para entender como comprar franquia de forma assertiva, é preciso considerar também a capacidade financeira do negócio. Isso significa que o investidor deve se informar sobre o valor do investimento inicial, dos custos fixos e variáveis agregados ao negócio e, principalmente, o tempo de retorno indicado pelo franqueador, capital de giro necessário.

É importante ressaltar que este faturamento previsto varia de acordo com as características do local no qual a franquia opera, e, portanto, demanda uma análise específica para cada caso. 

Tempo de contrato

Outro fator a se levar em conta antes de comprar uma franquia é o tempo de contrato. Em geral, contratos com franqueadoras têm prazos pré-estabelecidos, e podem ser renovados periodicamente. 

Entretanto, é essencial que, antes de fechar negócio e abrir a franquia, o franqueado avalie o prazo do contrato em relação à previsão de retorno sobre o investimento, garantindo, assim, que seu negócio tenha tempo de se desenvolver. 

Canais para transferência de conhecimento

Um dos pontos essenciais do investimento em uma franquia é a transferência de conhecimento por parte da franqueadora. 

Por isso, antes de comprar uma franquia, pesquise sobre a experiência da franqueadora com o modelo de negócio, o tempo de existência e solidez do negócio-matriz e os principais canais utilizados para fornecer aos franqueados as informações-base para a condução do negócio. 

Alguns canais interessantes para a transferência de conhecimento entre franqueadores e franqueados são: 

  • manuais de operação; 
  • redes sociais; 
  • fóruns de discussão;
  • treinamentos online ou presenciais; 
  • canais de suporte. 

Vantagens e desafios de comprar uma franquia

Se comprar uma franquia é uma possibilidade ainda incerta para você, vamos te ajudar a tomar sua decisão apresentando as principais vantagens e desafios de investir no modelo. 

Vantagens

Dentre as principais vantagens de comprar franquia, destacamos: 

  • suporte da franqueadora no que diz respeito à gestão do negócio e estruturação do plano de ação da empresa; 
  • existência de uma rede de apoio com outros franqueados, que trocam informações e compartilham dicas para gerir o negócio com mais assertividade; 
  • possibilidade de adquirir insumos e material publicitário com preços mais competitivos, devido à compra em escala (compartilhada com outros franqueados); 
  • geração de receita recorrente; 
  • facilidade de iniciar um negócio com reputação consolidada no mercado (pela matriz e por outras franquias). 

Desafios

Para garantir uma tomada de decisão sólida no que diz respeito à comprar franquia, elencamos também os principais desafios de trabalhar neste modelo de negócio. Com os obstáculos mapeados, fica mais fácil traçar planos para contorná-los. 

  • lidar com o poder de decisão limitado e condicionado ao suporte da matriz (que deve ser consultada antes que o franqueado realize mudanças de grande expressividade no negócio); 
  • receber auditorias e acompanhamento frequentes para a manutenção dos padrões da empresa-matriz; 
  • administrar a obrigatoriedade do compartilhamento de parte da receita com a franqueadora (em geral, essa parcela corresponde a royalties, direitos autorais e taxas);
  • superar a ansiedade até que o negócio se solidifique e gere retorno sobre o investimento inicial. 

Quanto custa para comprar uma franquia? 

Como você viu nos tópicos anteriores deste artigo, existem diferentes tipos de franquias disponíveis no mercado. Da mesma forma, variam os valores dos investimentos necessários para adquiri-las. 

Atualmente, é possível iniciar uma franquia com investimentos da ordem de R$5 mil. Entretanto, nem sempre uma franquia barata significa retorno rápido e certo. É preciso considerar cada um dos pontos abordados neste artigo e estudar a rentabilidade do negócio, colocando na balança o custo-benefício do investimento. 

A franquia do IEV – Instituto de Especialização em Vendas, por exemplo, pode ser adquirida com um investimento inicial de aproximadamente R$30 mil. Os sócios-fundadores da rede são três dos maiores especialistas em vendas do Brasil.

Dessa forma, além de contar com a expertise dessa equipe, os franqueados têm acesso a um material exclusivo e cuidadosamente pensado para integrar os empreendedores ao modelo de negócio. 

Que tal conhecer o modelo de franquia do IEV? Acesse nosso site e descubra como você pode se tornar um empreendedor de sucesso em poucos passos!