Franquias em alta: saiba onde investir (e prosperar) em 2021!

Franquias em alta: saiba onde investir (e prosperar) em 2021!

O ano de 2020 representou uma verdadeira revolução na forma como enxergamos o mundo e as relações comerciais. Conhecer as franquias em alta e com maior capacidade de adaptação pode ser a chave para os investimentos do futuro — ainda incerto, embora promissor. 

Para você ter uma ideia, de acordo com a ABF, apesar da crise vivida durante o ano de 2020, com a pandemia do coronavírus, o 3º trimestre de 2020 apresentou um saldo positivo de 0,9% entre franquias abertas e fechadas. O número mostra que, mesmo fortemente impactado pelas mudanças geradas pela crise, o segmento conseguiu manter a tendência de crescimento do setor. 

Pensando nisso, apresentaremos, ao longo deste artigo, algumas tendências para o mercado de franquias e os setores de franquias em alta para investir em 2021.

Tendências em franchising: o que esperar nos próximos anos? 

As particularidades vividas pelo mercado econômico no ano de 2020 serviram como impulso para uma série de mudanças e adaptações na forma de vender. Com o franchising, não foi diferente. 

Segmentos diversos encontraram, no e-commerce, o caminho para manter o funcionamento de seus serviços e o contato com o cliente. Além disso, o relacionamento e a experiência do cliente ganharam ainda mais protagonismo, com canais de contato exclusivos e monitorados constantemente pelo time de vendedores. 

A seguir, listamos outras 4 tendências surgidas com a pandemia de 2020 e que devem continuar ganhando espaço ao longo de 2021. 

1. Novos empreendedores no ramo de franquias

O cenário vivido em 2020 deu origem a um novo perfil de investidores do franchising. A crise econômica gerou impactos de grandes proporções na parcela de desempregados do país, fazendo com que muitas pessoas com pouca ou nenhuma experiência no empreendedorismo decidiram se aventurar no mercado de franquias. 

2. Mais treinamento para franqueados

Intimamente ligada ao primeiro ponto apontado, está a segunda tendência para franquias em alta em 2021: mais intensidade no treinamento para franqueados. Com a mudança no perfil dos investidores neste modelo de negócio, o treinamento e a capacitação dos novos empreendedores torna-se fundamental. 

Cabe às franqueadoras fornecer orientação completa aos empreendedores, garantindo sua familiaridade com o modelo de negócio e transmitindo informações-chave para ingressar, de forma próspera, no empreendedorismo. 

3. Processos digitalizados

Outra tendência iniciada no ano de 2020 e perpetuada para os próximos anos é a digitalização de processos. Muitas franquias já operavam neste modelo em razão da maior escalabilidade conferida por ele. Prova disto são as franquias online, que já apontavam tendência de crescimento mesmo antes do período de pandemia. 

Entretanto, a pandemia e a impossibilidade de realizar, de forma física, determinadas etapas do processo (tais como o atendimento ao cliente e a gestão de estoque), fizeram com que muitos negócios buscassem a digitalização de seus processos. 

Além da escalabilidade (facilidade em expandir o modelo) já mencionada, a digitalização dos processos de venda também traz flexibilidade de local e horário de trabalho para o franqueado. 

4. Planejamento financeiro detalhado

Por fim, não podemos deixar de destacar, entre as tendências de franquias em alta para os próximos anos, a importância do planejamento financeiro. 

Durante a crise de 2020, empreendedores cujo planejamento financeiro não apresentava robustez suficiente sofreram, de forma ainda mais grave, as consequências da instabilidade do mercado. Desta forma, é fundamental que haja uma estrutura financeira sólida e bem planejada para garantir a sustentabilidade do negócio mesmo durante a reestruturação do mercado.

Franquias em alta: onde investir em 2021

Se você é um empreendedor e planeja integrar o mercado de franchising em 2021 e nos próximos anos, é hora de falarmos sobre as franquias em alta. São setores que demonstraram desempenho de destaque durante o ano de 2020, e que devem se manter, em 2021, como opções de investimento promissoras. 

Microfranquias e franquias online em alta

Em um espectro geral, podemos destacar, entre as franquias em alta, os modelos de microfranquias e franquias online. Estes modelos foram alvo da preferência de investidores nos últimos meses por exigirem um investimento menor (no caso das microfranquias, no máximo R$90 mil), e, no caso das franquias online, por representarem grande flexibilidade na gestão do negócio. 

Durante 2020 dificuldades econômicas aliadas à baixa dos juros fizeram com que mais pessoas buscassem ingressar no mercado de franchising. A alta procura fez, inclusive, com que grandes redes tradicionais revissem seus modelos e lançassem opções compactas de investimentos neste período. 

Como consequência, o mercado de microfranquias se expandiu, alcançando 562 redes no país. Dentre elas, 63% operam no modelo puro (apenas como microfranquia), e 37% no modelo misto (como franquias convencionais e microfranquias). 

Franquias em alta: setores para acompanhar 

A seguir, listamos alguns setores de franquias em alta no mercado para 2021. 

Saúde e beleza 

Os setores de saúde e beleza mostraram grande potencial de adaptação diante da pandemia. Por isso, se consolidaram como negócios promissores em 2021 e nos anos seguintes. 

De acordo com Thais Ramos, coordenadora da Comissão de Saúde e Beleza da ABF, em entrevista, “é importante destacar também o crescimento de serviços essenciais por meio do franchising, como odontologia, oftalmologia, clínica geral e cuidados com idosos que tiveram mais uma vez seu valor e potenciais reconhecidos mesmo com o mercado passando por tantas transformações”,

Serviços domésticos

Em um ano marcado pelo isolamento social e práticas relacionadas ao trabalho remoto e maior permanência em casa, a contratação de serviços domésticos, como limpeza de estofados, energia solar  alternativa e limpeza domiciliar.  

A franquia Doutor Sofá, por exemplo, especializada em limpeza profunda de estofados, vivenciou um crescimento de 20% na abertura de franquias em 2020, mesmo em meio à pandemia. 

Delivery

Outro setor de franquias em alta para investir nos próximos anos é o de serviços de delivery, como o DeliveryMuch. Este setor de franquias cresceu mais de 12% no mês de março de 2020, em comparação com o mesmo período no ano anterior, de acordo com avaliação do portal Statista 

Para 2021, a tendência é de que o setor movimente mais de US$ 6,3 trilhões de dólares em escala mundial. 

Educação 

O setor de educação também finalizou o ano de 2020 em alta e tende a continuar crescendo em 2021. Por isso, empreendimentos do segmento estão entre as franquias em alta para se investir. 

De acordo com o portal Catho Educação, o crescimento de matrículas em cursos EAD foi da ordem de 70% já em março de 2020. Paralelamente, o interesse em cursos remotos cresceu 45% neste período.

Um bom exemplo de investimento que opera neste setor é a franquia do IEV – Instituto de Especialização em Vendas. Consolidado no mercado e com ampla experiência em educação a distância, a rede do IEV já conta com mais de 30 franquias espalhadas pelo país.

Com uma metodologia exclusiva desenvolvida pelos sócios-fundadores da empresa, o IEV oferece formação e suporte aos franqueados para que desenvolvam e sustentem seus negócios de forma prática e rentável.  

Conheça a rede de franquias do IEV e entenda tudo sobre o nosso modelo de negócio assistindo ao webinar abaixo!