Como equilibrar a vida e o trabalho?

Como equilibrar a vida e o trabalho?

Como equilibrar vida e trabalho é uma dúvida que surge para muitos profissionais ao longo da vida. Mas antes de aprender a equilibrar a sua rotina, é necessário responder outra pergunta: “nós temos que viver para trabalhar ou trabalhar para viver?” 

A vida profissional e a pessoal estão estritamente ligadas, uma influencia a outra. Quando não há equilíbrio em qualquer uma delas, consequentemente ambas sofrem.

Para saber como equilibrar a vida pessoal e a vida no trabalho é preciso pensar que, em primeiro lugar, você trabalha para viver.

De acordo com um estudo da OMS (Organização Mundial de Saúde), o trabalho excessivo causa 745 mil mortes por ano. A pesquisa também aponta que quem trabalha 55 horas por semana tem 35% mais chances de sofrer derrame e tem uma probabilidade 17% maior de sofrer doenças cardíacas. 

Neste conteúdo você aprenderá como equilibrar vida e trabalho de maneira saudável, resultando em benefícios profissionais, emocionais e sociais para você. 

Como equilibrar vida e trabalho de maneira saudável

Não há uma regra padrão de como equilibrar vida e trabalho, mas um consenso é que essas duas áreas estejam em harmonia. Por isso, separamos algumas formas para você conseguir ter alta performance na sua vida pessoal e profissional. 

Faça uma autoanálise

Em primeiro lugar, mesmo que você considere sua vida profissional e a pessoal como estáveis, analisei como está a sua situação atual. Para isso, faça as seguintes perguntas a si mesmo:

1 – “Eu consigo aproveitar minha vida e fazer tudo aquilo que é importante para mim no tempo que tenho?”

2 – “Meu trabalho é saudável? Eu consigo delimitar o horário que entro e saio?”

3 – “Enquanto estou no horário de trabalho, eu consigo focar totalmente nas minhas tarefas do momento ou me perco em pensamentos relacionados à minha vida pessoal? 

4 – “Quando estou no meu momento de descanso, eu aproveito e vivo o tempo que tenho ou minha cabeça ainda fica presa nas tarefas e preocupações do meu serviço?”

Caso suas respostas tenham sido sim, aparentemente, você tem uma vida equilibrada. 

Mas, se suas respostas foram contrárias, há algumas estratégias que você pode aplicar para melhorar a situação

Olhe para a sua situação com outros olhos

Você já ouviu falar sobre a mentalidade de crescimento? Este é um conceito da professora universitária e escritora Carol Dweck; ele é muito difundido atualmente e corresponde a ter o pensamento de que é possível evoluir, melhorar e sempre aprender algo. 

Aplicado ao seu cenário, isso significa que, ao analisar sua vida pessoal e profissional, tenha em mente de que, independentemente do que for necessário ajustar ou melhorar, é possível. Busque olhar sob uma nova perspectiva para os desafios pontuais e os mais duradouros.

Ao adotar essas práticas, você consegue raciocinar melhor quanto ao que é necessário fazer para equilibrar essas áreas de sua vida. 

Delimite sua vida profissional

Depois de fazer uma autoanálise e adotar a postura de que é possível melhorar e mudar o que não está sendo saudável a você, é a hora de responder “como equilibrar vida e trabalho” com ações no dia a dia? 

Em primeiro lugar, delimite o que é trabalho e o que é vida pessoal. Ser produtivo não é levar trabalho para casa e trabalhar todas as horas do dia que estiver acordado, ser produtivo é cumprir com suas demandas no tempo ideal.

De nada adianta desenvolver-se profissionalmente e ter um alto desempenho se você não se preocupar com sua saúde mental, física e social. 

Não é saudável que o trabalho tire todo o seu tempo e energia, por isso, estabeleça alguns limites, como:

  • Silencie os grupos do trabalho e, se as mensagens fora do horário de expediente forem constantes, ao acabar sua jornada diária, arquive a conversa e deixe para visualizar quando estiver trabalhando; 
  • Caso sejam solicitadas demandas e cobranças para serem realizadas fora do seu horário, explique que para realizar determinada atividade é necessário tempo e que aquele não é o momento.

Ao adotar essas práticas, é possível, cada vez mais, ter uma relação melhor entre trabalho e vida pessoal.

Delimite sua vida pessoal

Assim como em seus momentos de lazer, descanso e estudo você precisa desligar-se do lado profissional, no seu momento de trabalho você precisa focar nas suas atividades

Por exemplo, é comum que ao longo do dia lembremo-nos de pendências e tarefas que precisamos fazer na vida pessoal, como ir ao mercado, estudar determinado assunto, comprar o presente de aniversário de um familiar, organizar a casa, entre outros. Porém, quando nos preocupamos com isso ao longo do dia, nosso foco é perdido. 

Raul Candeloro, sócio do IEV e fundador da revista VendaMais, ensina um exercício no treinamento de Gestão de Equipes Comerciais (GEC) que te ajuda nesse processo. O nome dele é Borboletas Mentais

Com o intuito de organizar e tirar do seu subconsciente tudo aquilo que te preocupa ao longo do dia, fazendo com que você perca o foco no que estava fazendo, o exercício propõe que você escreva em um papel tudo o que está pendente. Anote, literalmente, tudo que vier em sua mente, como:

  • Limpar a casa; 
  • Cortar o cabelo;
  • Passear com o cachorro;
  • Comprar comida para os pets;
  • Ir ao mercado;
  • Planejar a viagem do próximo feriado;
  • Visitar os parentes, etc.

Você pode fazer uma lista referente às pendências pessoais e as profissionais. Após escrever tudo que te preocupa, coloque datas e programe-se para resolver cada item. Com essa prática, é possível deixar sua mente mais livre para o que deve ser feito no momento. 

Fortaleça as suas relações interpessoais dentro e fora do trabalho 

Tanto no trabalho quanto fora, para nutrir uma vida saudável e equilibrada, é necessário construir relacionamentos. 

Desde criança, nós aprendemos a nos relacionarmos com os outros e nessa prática encontramos segurança. No trabalho, se você não manter relações de confiança, torna-se difícil equilibrar a vida pessoal e profissional. 

Porém, não é somente trabalhando que é necessário construir relacionamentos. Valorize as pessoas que te cercam e fortaleça essas relações.

Otimize o seu tempo

Otimizar o tempo é pensar, estrategicamente, como administrar seus afazeres e fazê-los dentro do período ideal. Para isso, analise suas tarefas, sua rotina e sistematize, crie um processo. 

Ao realizar isso, é possível ter uma visão ampla sobre no que você gasta mais tempo e o que pode alterar. Uma prática dentro para isso é o ato de delegar tarefas. Você precisa entender que nem tudo está sob seu controle ou precisa dele. Ao compreender isso, é possível desprender-se do que não for necessário executar.

Se quiser saber mais sobre administração de tempo, clique aqui e baixe o e-book  exclusivo sobre esse assunto que criamos para você.

Gostou desse conteúdo? Acesse outros como esse clicando aqui. O blog do IEV está repleto de artigos a respeito de desenvolvimento pessoal, gestão, vendas e muito mais!