Como expandir uma empresa e lucrar mais? Dicas para elaborar o melhor plano de expansão

Está disposto a ver seu negócio crescer de forma saudável e planejada? Então você precisa entender como expandir uma empresa, afinal, o processo leva em consideração elementos diversos, como o mercado, a concorrência, a estabilidade do negócio e sua saúde financeira. 

Diante da recente crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, milhares de empresas precisaram recuar em seus planos de crescimento. Entretanto, 2021 começou com otimismo e perspectivas de crescimento em grande parte dos setores da economia. É o caso, por exemplo, do setor imobiliário.

 Se você faz parte do grupo de empreendedores que planeja um upgrade nos negócios nos próximos anos, este artigo é para você. 

Falaremos sobre como expandir uma empresa, o melhor momento para apostar no crescimento e as estratégias essenciais para garantir uma aposta certeira no sucesso do negócio. 

Boa leitura! 

Qual o momento ideal de expandir uma empresa?

Todo empreendedor busca maneiras de fazer seu negócio crescer. Por isso, entender como expandir uma empresa é um objetivo comum entre a maioria dos investidores. 

Entretanto, antes de colocar a mão na massa e desenhar um plano de expansão para um negócio, é preciso entender o que uma empresa precisa para crescer. 

A seguir, pontuamos dois dos mais relevantes aspectos que determinam o melhor momento para ampliar horizontes. 

  • Condições financeiras do negócio: para entender como fazer uma empresa crescer com qualidade, é preciso ter em mente uma visão clara sob as condições econômicas do negócio. Isso inclui o valor do ticket médio do negócio, a margem de lucro obtida e o valor agregado ao produto ou serviço oferecido.
  • Contexto externo/cenário do mercado: você sabia que até mesmo as crises podem gerar boas oportunidades de negócio? Empreendedores visionários conseguem aproveitar as condições do mercado — mesmo as adversas — para enxergar caminhos para se reformular, ampliar o mix de produtos ou incrementar as vendas. É o caso das empresas de delivery, que aumentaram seu ticket médio em 187% durante a pandemia do novo Coronavírus. 

Quais os cuidados necessários para a expansão de uma empresa e proteção de seu portfólio? 

Além de compreender as condições do mercado e os aspectos financeiros do negócio para determinar o melhor momento para expandir uma empresa, é preciso estudar o negócio de forma minuciosa. 

Este é o caminho ideal para entender como expandir uma empresa sem prejudicar a estabilidade do negócio e seu portfólio de produtos. Veja a seguir mais alguns pontos que contribuem para este entendimento. 

1. Licenciamento de produtos ou serviços

Antes de refletir sobre como expandir uma empresa, garanta que seu portfólio de produtos ou serviços está protegido. Isso significa que, se for necessário, é importante investir no licenciamento antes mesmo de iniciar a estratégia de crescimento. 

Dessa forma, caso a estratégia de expansão escolhida tenha, como essência, o compartilhamento de tecnologias ou do planejamento estratégico do negócio, toda a base de informações desenvolvida pela empresa permanece sendo de sua propriedade, sem risco de desvio ou apropriação indevida. 

Saiba mais sobre o processo de licenciamento de empresas, produtos ou serviços junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual) no vídeo abaixo:

2. Estabilidade do negócio

Outro fator essencial para garantir o crescimento saudável de uma empresa é a análise de estabilidade do negócio. 

Antes de investir em estratégias de expansão, é importante se assegurar de que o empreendimento está solidificado, e que tem potencial significativo de sobrevivência mesmo após uma fusão (incorporação de outra empresa) ou compartimentação (em filiais ou franquias). 

3. Alinhamento entre os gestores

Uma gestão alinhada é essencial para a condução de um plano de expansão de negócio. Se estivermos falando sobre a expansão de uma empresa familiar, este aspecto ganha ainda mais importância. Afinal, é fundamental que todos os envolvidos na administração da empresa estejam alinhados sobre a estratégia de crescimento.

Isso evita que haja desentendimentos e que a diferença de pensamento estratégico influencie nos delicados momentos de consolidação do plano de expansão. 

Para fugir do desalinhamento, nossa dica é: escale um time para conduzir e acompanhar de perto a criação e execução do plano de expansão. A partir daí, realize reuniões periódicas para alinhar expectativas, atualizar cronogramas e debater questões inerentes ao processo. 

Como elaborar um plano de expansão? 4 dicas para não errar

Agora sim, estamos prontos para te explicar, em 4 passos, como elaborar um plano de expansão! Nossas dicas abordam o processo do início ao fim e envolvem passos técnicos, analíticos e práticos. 

Continue a leitura para conhecer cada um deles. 

1. Garanta que o negócio está estável (ou crescente) por meio de uma avaliação de performance

Se você está acompanhando as dicas dadas neste artigo, possivelmente vai começar a executar o guia prático sobre “como expandir uma empresa” com uma grande vantagem.

Isso porque, para entender se o momento de investir no crescimento é mesmo este, é necessário fazer uma análise semelhante a esta, para atestar a maturidade do negócio e sua chance de prosperar em meio a uma expansão. 

A diferença entre a análise preliminar e esta é que, neste caso, os números levantados precisam ser aplicados em uma projeção de expansão real.

É preciso simular o investimento, esboçar as planilhas de gastos e custos envolvidos no crescimento e, principalmente, utilizar o big data (inteligência de dados) para entender o comportamento da empresa em diferentes situações. 

2. Desenhe seus objetivos

Em segundo lugar, para entender como expandir uma empresa é fundamental colocarmos em pauta o desenho de objetivos palpáveis. 

Lembre-se de que o objetivo é o alvo para o qual a empresa aponta. O alcance deste objetivo é facilitado quando a empresa sabe fragmentá-lo em metas, que, nesta analogia, funcionam como o arco que aponta e impulsiona as flechas em direção ao alvo desejado

Quer uma dica de ouro sobre criação de metas efetivas no alcance do objetivo? Então assista ao vídeo abaixo para conhecer um pouco mais sobre a metodologia SMART (Específico, Mensurável, Alcançável, Realista e Baseado em prazos).

3. Mergulhe em uma completa análise de mercado

A análise de mercado, bem como a avaliação de performance do negócio, é uma das etapas presentes em todo o processo preliminar de expansão de uma empresa. 

Entretanto, assim como pontuamos anteriormente, esta análise precisa ser feita com mais precisão e detalhes. Afinal, estamos falando, efetivamente, sobre as possibilidades de sucesso — ou fracasso — de um plano de expansão! 

Se seu negócio opera no segmento b2b, é necessário aliar, à análise do mercado, um estudo aprofundado sobre o perfil dos clientes com maior potencial de compra e sua relação com a empresa.

Além disso, é importante envolver grandes clientes desde o início do processo de expansão. Afinal, eles representam uma fatia considerável dos lucros da empresa e podem auxiliar no crescimento da base de clientes fazendo boas indicações. 

4. Prepare uma sólida campanha de marketing para anunciar a expansão

Assim como o time de colaboradores da empresa, a base de clientes fidelizados e em contato com uma empresa não deve saber sobre a expansão por meio de notícias e publicações de terceiros. 

Para evitar que isso aconteça, acione seu time de marketing e planeje uma campanha para anunciar o crescimento de forma faseada: 

  • em primeiro lugar, comunique à equipe interna; 
  • em seguida, acione os principais fornecedores da empresa;
  • parta para os clientes fidelizados e que geram maior volume de vendas;
  • Então, anuncie a expansão para o público em geral. 

Dica-bônus: maneiras lucrativas de expandir um negócio

Agora sim, você sabe como expandir uma empresa. A pergunta que fazemos, neste momento, é: qual será sua modalidade de crescimento? As opções são inúmeras, mas é preciso saber casar as oportunidades com o perfil do seu negócio. 

É possível, por exemplo, investir em: 

  • Fusão e aquisição de empresas: de acordo com um relatório da PwC, apenas no ano de 2020, foram realizadas 638 transações de fusão ou aquisição entre janeiro e novembro de 2020. Este valor está 42% acima da média dos últimos cinco anos, o que evidencia uma favorabilidade do mercado. 
  • Franchising: de acordo com a ABF, mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, o setor de franchising no Brasil ultrapassou a marca dos R$43 bilhões em faturamento, o que consolida o modelo como um formato de investimento resistente à adversidades econômicas. 

Se, após entender como expandir uma empresa, a última opção de investimento chamou a sua atenção, temos um convite a fazer: conheça o modelo de franquias do IEV – Instituto de Especialização em Vendas, e entenda como transformamos nosso negócio em uma rede com mais de 450 empresas e 5 mil alunos espalhados pelo país.