Onde investir na crise: 3 maneiras de empreender apesar do cenário de insegurança

Onde investir na crise: 3 maneiras de empreender apesar do cenário de insegurança

Em 2020,o mundo foi tomado por uma crise de proporções inimagináveis. O novo coronavírus registrava, em novembro, mais de 50 milhões de contágios e 1,3 milhão de mortes. Diante de um cenário tão instável e imprevisível, saber onde investir na pandemia pode ser o melhor caminho para empreendimentos seguros e com risco controlado. 

No mundo dos negócios, o impacto da pandemia também afetou fortemente alguns setores. De acordo com o portal Consumidor Moderno, das 2,814 milhões de empresas em funcionamento no país na primeira quinzena de julho, 44,8% delas informaram que a pandemia afetou de forma negativa as atividades.

Entretanto, apesar do prognóstico preocupante para muitos empreendedores, o momento de crise não significa apenas perda de capital e prejuízos. Ao contrário do que se espera, tempos de crise podem ser um bom momento para investir, desde que haja cautela na escolha da estratégia. 

Pensando nisso, listamos 3 dicas de onde investir na crise sem se arriscar muito e aproveitar as condições do cenário a seu favor. 

Onde investir na crise? 3 dicas para ganhar dinheiro mesmo em meio a uma pandemia 

Longo Prazo

Quando há queda na bolsa, as ações ficam mais baratas, momento em que investidores mais confiantes acreditam ser o ideal para comprar, isso porque as ações tendem a voltar a se valorizar à longo prazo.

No caso do Brasil, há boas perspectivas de crescimento por conta da agenda reformista do governo. “Estamos otimistas porque não vemos a recuperação como algo de um ano. No curto prazo há diversos ruídos e as ações ligadas a commodities sofrem porque são expostas à China, porém o cenário para o futuro não mudou”, diz Julio Fernandes, gestor da XP investimentos, em entrevista ao portal InfoMoney. 

Renda Fixa

Para quem está mais receoso, a renda fixa continua sendo a melhor opção. Embora o cenário tenha mudado nos últimos anos com a queda da Selic, esses investimentos continuam entre as preferências.

O mais inteligente a se fazer é procurar um investimento de renda fixa que oferece rendimentos reais, ou seja, acima da inflação, e baixos custos de manutenção e administração.

Seguindo essa lógica, evite os fundos de renda fixa conservadores, com taxas de administração acima de 1%, e aproveite para investir em títulos públicos, também conhecidos como Tesouro Direto, Letras de Crédito (LCA – Letra de Crédito Agropecuário e LCI – Letra de Crédito Imobiliário) ou ainda os títulos privados, como o CDB (Certificado de Depósito Bancário).

Entenda mais sobre os títulos públicos aqui: 

Negócios Seguros

Diante da instabilidade, uma alternativa pode ser fugir do capital especulativo, mas investir seu dinheiro em um negócio também é difícil. O receio é justificável, afinal, ninguém quer colocar sua verba em algo que não trará retornos.

Quem quer saber onde investir na pandemia pode apostar em uma franquia, que apresenta diversas vantagens quando comparada a negócios independentes.

Investir em uma franquia significa adquirir uma empresa reconhecida por seu público-alvo. “Com a franquia, você tem acesso a uma marca consagrada, que possui um know how operacional e com ganhos em escala”, conta André Friedheim, diretor internacional da ABF (Associação Brasileira de Franchising), ao afirmar que as chances de resultados efetivos são muito maiores quando comparadas com a criação de uma empresa independente.

Em um período de 10 anos, 70% dos negócios próprios fecham; franquias, apenas 15%. “Entre 24 e 36 meses, na média, o investidor recebe o dinheiro que havia aplicado na franquia de volta. Ou seja, em dois anos o empresário já estará lucrando com seu empreendimento” afirma Friedheim, explicando como fazer um negócio crescer mesmo em meio à crise. 

Case de Sucesso: o IEV mostra como investir em tempo de crise

Se você se interessou pelas nossas dicas de onde investir na pandemia, prepare-se para uma dose extra de inspiração. Afinal, nós, do IEV, somos um exemplo de que é, sim, possível, remar contra a maré e crescer mesmo em meio a tempos turbulentos. 

Enquanto muitas empresas de treinamento ainda concentravam seus negócios no formato presencial, o Instituto de Especialização em Vendas já estava um passo à frente. 

De acordo com Leandro Tixa, Gestor de Expansão de Franquias do IEV, esse foi um dos diferenciais competitivos da empresa em meio à crise. 

“Muitas empresas de treinamentos atuavam muito forte no presencial, e sim, a pandemia fez essa realidade mudar completamente.

Diante de tudo o que vem acontecendo, o IEV leva uma certa vantagem neste cenário. Enquanto a maioria das empresas vem se adaptando ao mundo online, nós já atuamos neste formato desde 2017, levando ainda mais segurança aos nossos clientes. 

Isso também vem fazendo com que os nossos franqueados tenham resultados ainda melhores. “

Perspectivas pós-crise:como investir no “novo normal”? 

Leandro Tixa também destaca dois setores onde investir na pandemia ou no pós-crise: as microfranquias e franquias online. 

“Dos modelos existentes, uma grande tendência é o aumento de microfranquias e franquias online, principalmente devido ao grande índice de desemprego e aumento de microempreendedores que surgiu nos últimos meses por causa da pandemia”.

Além disso, saber onde investir na pandemia (ou no pós-crise) também passa por um olhar estratégico voltado para os segmentos com maior potencial de sucesso. Alguns deles são: 

  • Gestão de pessoas; 
  • Formação pessoal;
  • Entregas (Delivery); 
  • Artesanato; 
  • Saúde online (telemedicina ou farmácias online);
  • Ferramentas de trabalho e ensino remoto;
  • Entretenimento digital.

Aposte no digital 

Não há dúvidas de que o “novo normal” será ainda mais digital do que o mundo pré-pandemia. 

Por isso, saber onde investir na crise passa pela consciência de que digitalizar processos e adotar práticas corporativas online (como trabalho remoto — uma das consequências do isolamento imposto pelo vírus) serão tendências cada vez mais presentes nas organizações. 

Antes de escolher onde investir na crise, lembre-se de considerar seu perfil como empreendedor, alinhar suas expectativas com as características do negócio e, é claro, trabalhar com um bom planejamento para evitar que obstáculos como este, enfrentado no ano de 2020, não atrapalhem seu planejamento estratégico.

E aí? Ainda pensando em onde investir na pandemia? Nós podemos te ajudar com algumas indicações de artigos úteis! 

Franquias para trabalhar sozinho;

Franquias baratas e lucrativas;

Melhores franquias para investir. 

5 tendências para Franquias, segundo presidente da ABF.

Siga nossas redes sociais:

Facebook

Instagram

Linkedin

Youtube