ERP para varejo: entenda as principais funcionalidades e benefícios do sistema

ERP para varejo: entenda as principais funcionalidades e benefícios do sistema

Você sabe o que é e como funciona um ERP para varejo?

Apesar de ser uma tecnologia muito importante para a gestão de empresas, muitos negócios ainda não conhecem nem utilizam esse sistema.

O resultado disso? Dificuldades em organizar e integrar diferentes setores da empresa, que poderiam ser mais facilmente gerenciadas com seu uso. 

Por isso, se você não sabe como um ERP para varejo pode otimizar a rotina e facilitar a gestão, continue a leitura e conheça suas funcionalidades e os benefícios para a sua organização. 

Afinal, o que é um ERP para varejo?

Para entender quais as vantagens de usar essa tecnologia, precisamos entender o que é um ERP para varejo, a sigla em inglês para Enterprise Resource Planning.

Conhecido em português como sistema integrado de gestão empresarial, o ERP tem o objetivo de integrar os dados de uma empresa em uma única plataforma.

Assim, setores como contabilidade, financeiro, compra, venda, entre outros, são associados e compartilham dados entre si, permitindo uma gestão 360° do negócio e o fácil acesso a informações.

Além disso, um ERP para varejo também pode facilitar a execução de algumas tarefas comuns do dia a dia de empresas, como a emissão de notas fiscais, fluxo de caixa, gestão de pedidos, e por aí vai…

De forma resumida, podemos dizer que essa tecnologia oferece uma visão geral da saúde do negócio, permitindo tomadas de decisões mais assertivas. 

Quais as principais funcionalidades do sistema?

Já deu para perceber que um ERP para varejo é um grande facilitador para a gestão de um negócio, certo? 

Afinal, ele ajuda a integrar as diferentes áreas da sua empresa e mantém os dados e as informações mais relevantes sobre suas operações em um único lugar.

Mas, apesar de importante, para que você se beneficie do uso de um sistema integrado de gestão é necessário escolher o ERP ideal, com as funcionalidades que atendam às suas necessidades. 

A seguir, veja quais são os principais recursos que um bom ERP para varejo deve oferecer: 

Controle de estoque

Em empresas de varejo, o estoque é um dos setores de maior relevância. 

Afinal, quando falamos em venda de produtos, a administração do estoque é algo que precisa ser feito da maneira mais precisa possível.

Pensa só: se uma empresa faz a gestão de estoque por meio de planilhas, por exemplo, as chances de falhas acontecerem são enormes. 

Pode ser que ocorra uma devolução que não foi sinalizada, ou a saída de alguns produtos que não foram lançados. 

Com um ERP para varejo, as chances de um problema como esse acontecer são muito menores. Até porque, além de fazer uma gestão mais completa, o sistema oferece a integração com outros setores.

Assim, se um produto é vendido, automaticamente o sistema acusa a falta do item no estoque. Ao mesmo tempo, o setor de compra é notificado sobre a necessidade de adquirir mais daquele produto. 

Controle de fornecedores

Sejam fornecedores de matéria-prima ou de produtos, uma empresa de varejo certamente precisa manter uma boa gestão de contratos, além de ter sempre os meios de contato atualizados.

Nesse ponto, um bom sistema de ERP para varejo também pode ajudar. Nele, é possível fazer o controle de fornecedores, manter as informações atualizadas, ter fácil acesso a elas, entre outras vantagens.

Fazer essa gestão é indispensável para evitar situações como ter falta de um item em estoque, e não conseguir receber a mercadoria a tempo. Ou simplesmente perder o contato com o fornecedor e ter que tirar um produto com bons resultados do catálogo. 

Além de todos esses pontos, o ERP para varejo também ajuda a criar e manter um bom relacionamento com os fornecedores, o que é importante nesse mercado.

Leia também >>> ERP e CRM: entenda para que servem e qual a diferença entre essas ferramentas de gestão.

Gestão de compra e venda 

Se sua empresa não sabe quando há falta de um item, como você sabe que é hora de fazer uma nova compra de estoque?

Esse é outro dos recursos importantes para um ERP para varejo, a gestão de compra e venda. Com essa funcionalidade, é possível controlar o que saiu e o que precisa ser comprado para que se mantenha em estoque.

Fluxo de caixa

O fluxo de caixa é uma das demandas mais importantes no financeiro de uma empresa, e é também onde podem acontecer mais erros.

Nesse ponto, um ERP para varejo também pode ajudar. Afinal, além de minimizar as chances de falha, o sistema integra as mais diversas informações do negócio, oferecendo ao empreendedor uma visão geral da saúde financeira da empresa.

Assim, aspectos como entradas e saídas, contas a pagar e receber, previsão de gastos e tantos outros pontos podem ser mais facilmente atualizados e compreendidos, proporcionando um controle mais assertivo de todas as movimentações do caixa da sua empresa.

Emissão de notas fiscais

Por fim, temos a emissão de notas finais, outra funcionalidade indispensável de um bom ERP para varejo.

Pense em quantas notas fiscais a sua empresa precisa emitir por dia, semana, mês. Agora, imagine fazer tudo isso de forma manual, ou até utilizar um sistema, mas não ser eficiente nesse aspecto. 

Com um sistema de gestão integrado, esse processo pode ser mais rápido, fácil e simples: sua equipe pode emitir notas fiscais com poucos cliques e ainda fazer o envio automático do documento. Além de mantê-los organizados. 

3 benefícios de utilizar um sistema ERP 

Com tantos recursos oferecidos por um ERP para varejo é fácil compreender como esse sistema pode ser muito vantajoso para uma empresa. 

Ainda assim, vale a pena destacar alguns dos principais. Abaixo, veja os benefícios de utilizar essa tecnologia na gestão do negócio.

1. Implementação simples

Em geral, um ERP para varejo irá atuar no modelo SaaS, isto é: Software as a Service. 

Isso significa que o sistema pode ser acessado via internet de qualquer lugar, com todos os recursos, desde que seja paga uma assinatura mensal. 

Dessa forma, não é preciso fazer instalação, manutenção, nem ser dependente de uma única máquina para utilizar o sistema. 

Desde que o pagamento esteja em dia, você pode acessar a tecnologia com um simples login e senha.

2. Geração de relatórios

Outro benefício de um ERP para varejo é a facilidade de gerar relatórios completos do período que você deseja.

Por ser um sistema integrado, a tecnologia permite um acompanhamento detalhado que apresenta todas as informações relevantes sobre o negócio, sobretudo os aspectos financeiros que são tão importantes para o crescimento de uma empresa.

3.  Fluxo de trabalho melhor definidos

Com o ERP, os processos internos de uma empresa passam a ser mais definidos, padronizados, melhorando tanto o dia a dia da equipe como a gestão do time.

Assim, outra vantagem do sistema é justamente a otimização que acontece nos fluxos de trabalho, pois todos os colaboradores e setores acessam um único local centralizado para encontrar as informações necessárias para desempenhar suas atividades.

Em paralelo, como o sistema é alimentado com novos dados e informações a todo momento, a comunicação interna também é beneficiada, pois permite que as atualizações aconteçam em tempo real, deixando todos a par do que está acontecendo. 

Bom, ficou claro que um ERP para varejo é um investimento que vale muito a pena, não é? Por isso, se sua empresa ainda não utiliza um sistema integrado de gestão empresarial, não perca tempo.

Veja no vídeo abaixo, do canal Mestre do ERP, algumas tendências que prometem ser destaque no uso da tecnologia e como você pode usar o sistema a favor do seu negócio:

* Este post foi escrito pela equipe do Qipu, uma solução de contabilidade online usada por mais de 400 mil empreendedores.