Como criar nomes de equipes de vendas + exemplos para você se inspirar

Como criar nomes de equipes de vendas + exemplos para você se inspirar

Desenvolver nomes de equipes de vendas que represente todo o time comercial, a empresa e que ainda gere engajamento e senso de pertencimento não é uma tarefa fácil. Por isso, separamos esse guia para você.

A importância de criar nomes de equipes de vendas

O seu nome individual é a maneira que você se apresenta e que o mundo te vê. Agora, em uma equipe, ter um nome carrega a mesma ideia, mas de forma coletiva. A proposta é passar um conceito, uma marca, para os clientes. 

Quando se tem um nome, que seja forte e tenha espaço no mercado, toda a força de vendas é beneficiada. Com essa prática, ela consegue se tornar mais popular e lembrada. Além de criar a possibilidade de gerar engajamento nas redes sociais, o que é uma maneira de realizar o social selling.

Outro ponto importante é a motivação e sensação de pertencimento dos vendedores. Existem práticas que ajudam no engajamento dos funcionários, como desenvolver um grito de guerra, por exemplo. Essas ações são ainda mais fortalecidas quando estabelecem-se nomes para as equipes de vendas.

Como criar nomes de equipes de venda

Para desenvolver um nome é necessário, primeiro, ter os conhecimentos fundamentais sobre a empresa e sobre todo o time.

São eles:

História da empresa

Qual foi o caminho da marca até onde ela está hoje? Como era o cenário econômico de quando ela foi constituída? Qual era a proposta do negócio ao ser criado? Quem são os fundadores? Essas são perguntas básicas para descobrir a história da empresa. 

Outro ponto importante é observar todos os desafios enfrentados em todo o tempo de existência do negócio. Um exemplo de breve descrição da história é:

“Criada em 2014, a [nome da empresa] passou por muitos desafios. Ela nasceu um pouco antes, com a ideia de [nome do(s) fundador(es)] que tinha(m) como objetivo […]. A marca foi consolidada e começou no endereço […].

No início, havia […] funcionários, seis meses depois o time mudou a quantidade de colaboradores para […]. Com isso, os processos alteraram de […] para […]. A crise econômica do […] chegou à empresa e, assim, enfrentamos o desafio de […]”. 

Enfim, a ideia é descrever cada evento importante detalhadamente. 

Mas por que fazer isso? 

Quando se conhece a história da empresa, o processo de definir os nomes de equipes de vendas se torna mais fluido, pois há uma base para buscar inspiração.

História do fundador

Quem é o fundador? O que ele fazia antes de criar a empresa? Quem é ele hoje? 

A história do criador está ligada à da empresa, pois se ele a criou, teve um objetivo, que provavelmente está ligado à vida pessoal, uma meta profissional, a vontade de empreender, a necessidade ou oportunidade proporcionada pelo ambiente. 

Não se prenda apenas ao passado do fundador, mas também conheça a história dos sócios e filiados (quando há).

Situação do mercado

Tão importante quanto conhecer a empresa, é entender o mercado, tanto para melhorar o atendimento do cliente quanto para saber onde se situa a marca no cenário atual. 

Por exemplo, se o time comercial vender produtos para pecuária, o que o cenário do Brasil pode influenciar nas possibilidades de nomes de equipes de vendas nesse caso? 

Depois de trabalhar esses conhecimentos, é a hora de ter ideias para desenvolver o nome da equipe.

Faça um brainstorming

Brainstorming é um termo da língua inglesa que em tradução significa “chuva de ideias”. Ou seja, é separar um momento para ter e dar todas as sugestões possíveis. Para realizar isso, faça o passo a passo a seguir.

Reúna a equipe

Depois de todos já terem os conhecimentos fundamentais sobre a história da empresa, donos e mercado, é a hora de reunir os colaboradores para todos pensarem juntos. 

Separe um momento específico para isso e deixe claro a todos os vendedores o objetivo da reunião.

Anote todas as ideias

Não existe ideia ruim. Esse momento é para anotar tudo, seja uma palavra específica, uma frase ou um conceito. O importante é escrever qualquer ideia, seja ela já um nome para a equipe ou apenas uma associação a algo. 

Escolha o caminho

Depois de todas as possibilidades que o brainstorm gerou, delimite quais são as possibilidades que mais se aplicam ao objetivo da equipe. Por exemplo, o time prefere um nome ligado a uma causa, meta ou a um fato específico da história da empresa? 

Após escolher por qual caminho seguir, veja as possibilidades dentro dele e, a partir disso, escolha as oportunidades de nomes de equipes de vendas que se tem. 

Exemplos de nomes de equipes de vendas

Separamos algumas ideias para você se inspirar na criação do nome da sua equipe, veja abaixo:

Nomes ligados às metas

  • Duplicadores de metas;
  • Reis das metas;
  • Meta dada, é meta cumprida;
  • Quebradores de metas
  • Batedores de metas;
  • Campeões das metas;
  • Os líderes das metas;
  • Os definidores de metas;
  • Os missão possível.

Nomes ligados aos vendedores

  • Vendedores por escolha;
  • Os seus consultores;
  • Os especialistas no cliente;
  • Os mestres das vendas;
  • Campeões em vendas;
  • Os vendedores dos vendedores;
  • A realeza das vendas;
  • Os embaixadores das vendas.

Nomes ligados às causas

Agora, se for associar o nome a uma causa ou ao segmento da empresa, os nomes de equipes de vendas se tornam mais específicos, o que é interessante para engajar ainda mais a equipe. Por exemplo:

  • Os missionários das vendas: essa opção é muito forte para empresas ligadas a vendas de artigos religiosos.
  • Os vendedores de luxo: esse é ideal para segmentos de artigos de luxo, como lojas de jóias, por exemplo.
  • Vendedores na veia: esse nome é uma ótima opção para o setor hospitalar.
  • Os acelerados: já nesse caso, a ideia se enquadra a times de vendedores de carros.

Viu como é interessante associar o nome da equipe à causa? Com essa prática, é mais fácil que o nome fique gravado na mente dos colaboradores e dos clientes. 

Gostou desse conteúdo? Acesse outros artigos como esse em nosso blog!