Aprenda como aumentar as vendas online com atitudes de um verdadeiro vendedor de alta performance

Aprenda como aumentar as vendas online com atitudes de um verdadeiro vendedor de alta performance

Saber como aumentar as vendas online certamente é uma das preocupações dos gestores e vendedores mais antenados ao cenário do mercado atual.

De acordo com o CSA, revista estadunidense sobre análises e tendências do varejo, nos dois primeiros meses de 2021, os cidadãos dos EUA já gastaram US$ 121 bilhões em compras online, o que significa um aumento de 34% ao ano. 

Agora, só para ilustrar o crescimento, se considerarmos o período de doze meses (março de 2019 a fevereiro 2020), foram US$ 844 bilhões. Em 2019, foram US$ 570 bilhões.

No Brasil, o cenário não é diferente. De acordo com o Relatório Global Outlook 2021, 30% do e-commerce criado na pandemia do coronavírus vai continuar a existir após o surto. E, de acordo com a NZN Intelligence, 74% dos brasileiros preferem comprar pela internet.

Esses dados não servem apenas para entender o mercado, mas para reforçar um novo comportamento que as empresas tradicionais precisam adotar. Assim, a dúvida “como aumentar as vendas online?” surge na mente de empreendedores que buscam crescer em um ambiente cada vez mais competitivo. 

Então, continue a leitura e ponha em prática as ações necessárias para turbinar as suas estratégias. Descubra como aumentar as suas vendas online! 

Como aumentar as suas vendas online

Saber como aumentar as vendas online vai além de uma ambição por ampliar os seus canais de vendas. 

As estimativas são que cada vez mais as compras pela internet substituam as físicas, o que reforça a ideia de que: não é uma opção escolher vender na web, mas sim uma necessidade! É indispensável saber como aumentar as vendas online para conseguir sobreviver no mercado atual. 

Agora, neste conteúdo você verá:

  • As diferenças entre os formatos de comércios virtuais;
  • O que é necessário para criar um produto forte na web;
  • O que é e como usar o marketing digital a seu favor;
  • Estratégias de persuasão, como os gatilhos mentais;
  • Os requisitos básicos para que um site de vendas seja bom;
  • Como melhorar a experiência do usuário;
  • Maneiras de aumentar o número de visitas no seu site;
  • Como solucionar o abandono de carrinho.

Aprenda de uma vez por todas como aumentar as vendas online e turbinar seu comércio!

Saiba a diferença de e-commerce, loja virtual e marketplace

O primeiro passo para aumentar as suas vendas online é: entenda a diferença entre as plataformas utilizadas para as vendas. Por isso, vamos te explicar o que é cada uma delas!

Por analogia, um e-commerce seria toda a estrutura na web que você monta para vender o seu produto ou serviço. Já a loja virtual é apenas uma página de compras dentro desse sistema. Uma vitrine na internet.

O e-commerce consegue vender por diversos meios. As redes sociais e os e-mails são alguns exemplos. Ele é responsável por todas as suas etapas do processo de venda, desde o armazenamento do produto até o envio.

Os exemplos de e-commerce são os próprios sites de uma marca presente na web, como é o caso da Riachuelo, uma loja de departamento que vende em estabelecimentos físicos e também virtualmente.

Contudo, um marketplace é um local que abrange diversos segmentos de mercadorias em apenas um domínio. Ele é um agregador de produtos, onde comerciantes podem anunciar o que quiserem.

Alguns exemplos famosos de marketplace no Brasil são a OLX e o Mercado Livre.

Em qual desses modelos o seu negócio se encaixa? Responder a essa pergunta é um passo importante para descobrir como aumentar as vendas online e se é possível começar a vender por um novo meio.

Fortaleça a proposta de valor da sua marca

Gerar valor em cima dos seus produtos e serviços reforça a presença deles no mercado. Quando a proposta é adequada, ela aumenta a visibilidade do que se quer vender, a autoridade da marca, e ainda atrai e fideliza clientes.

Ou seja, fortalecer a proposta de valor é diferenciar-se da concorrência, conhecer o seu cliente e oferecer mais do que apenas o que vende. 

Em primeiro lugar, o valor tem que estar enraizado na mente dos próprios funcionários, eles precisam entender e acreditar na eficiência e qualidade dos produtos ou serviços.

Em seguida, se estabeleça fortemente na internet e aposte em um bom marketing.

Algumas dicas de como criar uma proposta de valor infalível são:

  • Foque no diferencial do seu produto e em como ele pode chamar a atenção do cliente, sempre considerando as dores que esse consumidor apresenta e as soluções que busca;
  • Reforce ainda mais os benefícios do que vende;
  • Seja criativo, ou seja, saia do convencional no momento das negociações. 

Invista em marketing digital para aumentar as vendas online 

A maioria das pessoas conhece o marketing tradicional, aquele feito boca a boca, por outdoors, jornais, revistas, televisão e por outros meios físicos. Entretanto, o marketing digital vem ganhando, cada vez mais, espaço no mercado.

Essa forma estratégica de publicidade é composta por ações que visam a divulgação de algo pela internet, com o auxílio dos aparelhos digitais, como smartphones e computadores. Com este recurso, é possível aumentar as redes de relacionamento e prospectar novos contatos.

Por se tratar de uma área em crescimento, é comum cometer erros básicos. Entre os principais estão: 

  • Não dar a devida atenção ao marketing digital;
  • Deixar de realizar campanhas para divulgação da marca;
  • Não contratar pessoas especializadas na área;
  • Achar que o marketing é apenas postar algo nas redes sociais sem planejamento ou propósito.

Montar uma boa estratégia de marketing digital é entender que você precisa definir claramente quem é a pessoa que você quer alcançar e dialogar com ela na mesma linguagem e nos mesmos canais. 

Também é necessário ter uma identidade visual forte, bem estabelecida e campanhas estratégicas de publicidade.

Aumente as vendas online com o social selling

O social selling, ou venda social em português, é uma maneira de estabelecer uma conexão mais humana com o seu cliente. 

Com a ajuda das redes sociais, como o Instagram, Facebook e Twitter, é possível fortalecer a sua marca e aumentar o engajamento e networking. 

Portanto, a ideia aqui não é ser uma loja virtual no sentido de apenas ser expositiva, mostrando os produtos, serviços e os preços. O propósito é maior!

Crie um planejamento de postagens, mensure o que funciona e o que não funciona com indicadores de performance e também contrate pessoas específicas para cuidar das redes sociais.

É extremamente importante manter a frequência de postagens e de interação nas redes. Responda os comentários, faça reposts, crie campanhas para que os seguidores possam compartilhar. Entregue o que eles gostam de consumir! 

Quando a marca está bem estabelecida na internet e é forte em engajamento e notoriedade, os clientes começam consumir o que ela vende por estilo de vida e por identificação, não somente por necessidade.

Esses são os grandes diferenciais do mercado atual. Para saber como aumentar as vendas online não basta oferecer bons produtos ou serviços, inegavelmente é preciso desenvolver toda uma estrutura que estimule a cultura e reforce a marca.

Aposte em gatilhos mentais

Dentro do marketing e das vendas, algo muito usado são os gatilhos mentais, que ajudam a ter sucesso com as campanhas de vendas.

Os gatilhos são reações externas que chamam a atenção de uma pessoa em determinado momento e estimulam o cérebro a tomar uma decisão. Assim, eles podem ser usados para despertar algum sentimento, encorajando e instigando à compra.

Os mais comuns dentro das vendas são:

  • Curiosidade: ele mexe, como o nome diz, com a curiosidade da pessoa, criando um sentimento de querer descobrir o que virá. Um exemplo comum é “compre produto “x” e ganhe um brinde surpresa!”, o que aumenta o nível de satisfação do cliente.

Um bom caso de gatilho de curiosidade é o que faz a TAG – Experiências literárias. Quem participa do clube, todos os meses recebe um livro em sua casa, mas sem saber previamente qual é ou quem o escreveu.

  • Urgência: quem nunca entrou em um site e viu uma contagem regressiva para uma oferta acabar? Esse é o gatilho de tempo, que cria a necessidade de adquirir o produto antes que seja tarde demais.

A Amazon é um ótimo exemplo nesse caso! Ela usa o timer embaixo das ofertas do dia para indicar a validade daquela promoção.

  • Escassez: indica que algo está se esgotando, por exemplo: “só restam mais dez produtos em estoque”. Essa ideia estimula que a compra seja realizada logo, pois não há muitos produtos à disposição.

O Booking usa fortemente essa estratégia. Ao pesquisar algum destino, ele informa quantas vagas ainda estão disponíveis para aquela data e com aquele valor.

Esse artifício pode ser usado nas páginas de vendas, mas também nas redes sociais e nos conteúdos ricos, como em textos para blog e publicações em sites. É uma ótima forma de chamar a atenção do cliente e criar engajamento, o que aumenta as chances de vender.

Tenha um site bem desenvolvido

Independente do seu canal de vendas, otimize-o para ser responsivo, ou seja, que ele se adéque a todos os formatos de telas, seja em smartphones, tablets ou computadores.

Quando um site é desenvolvido e funciona bem em todos os aparelhos, a experiência do usuário melhora e ele tende a realizar a compra. 

Em contrapartida, se as páginas não carregam, a otimização visual não é boa e o cliente não consegue navegar por todas as partes do site, como ele vai comprar algo? 

Quando esses problemas acontecem, os navegadores, como o Google ou o Explorer, não consideram a página como bem otimizada, o que diminui a relevância. Desse modo, ela não aparece entre as primeiras opções dos resultados de busca, dificultando que a marca seja encontrada.

Garanta uma boa experiência do usuário

Mesmo que o site funcione bem, se adéque a todos os formatos de tela, melhore a experiência do cliente, ainda sim, existem outras práticas que ajudam os usuários a ficarem mais satisfeitos e felizes.

Atenda cada pessoa de maneira ágil e organizada, sempre priorizando as necessidades que ela apresenta e tentando solucionar os problemas que ela tem com o que você vende. 

Ou seja, realize uma venda totalmente consultiva, que é o ato de você estar presente para o consumidor como um consultor especializado, capaz de solucionar as dificuldades que ele apresenta.

Presencialmente, essas práticas são feitas em uma conversa que envolve tanto a linguagem corporal quanto a verbal. Agora, para vender online, esteja atento às perguntas que o cliente faz e sempre faça questionamentos mais abertos que o instiguem a dar respostas completas, como: “para qual finalidade você está procurando tal produto?”.

Com essas atitudes, você leva o cliente a tomar a melhor decisão para si mesmo, o que aumenta a sua satisfação e fidelização.

Leve tráfego para o seu site

Você já aprendeu os diferentes formatos e maneiras de comercializar seus produtos ou serviços na internet e como fazer isso com um marketing assertivo e com gatilhos mentais. 

Também viu que desenvolver um bom site é essencial para a otimização do conteúdo e para que você seja notado na web. 

O próximo passo é turbinar todas essas práticas para aumentar as vendas online, começando com o tráfego do seu site. 

Tráfego é a quantidade de visitas que a sua página recebe, seja ela um e-commerce, um marketplace ou uma loja no Instagram, por exemplo. 

O número de acessos influencia no número de vendas que você faz e o quanto sua marca é conhecida e relevante para os mecanismos de busca. Então, invista em alcançar ainda mais leads, ou seja, possíveis clientes, e aumentar o tráfego do site. 

Invista em anúncios pagos

Os anúncios pagos são uma maneira de alcançar possíveis leads de acordo com o perfil e consumo de conteúdo. 

Se você vende artigos de papelaria, por exemplo, sabe que seu público são estudantes e pessoas que trabalham em escritórios e consomem conteúdo no Instagram, Facebook e Pinterest. Por isso, uma boa estratégia é focar nesses canais e direcionar os anúncios para eles. 

Você pode criar um anúncio dentro do próprio Facebook, basta acessar o Facebook Ads.

Recupere clientes que abandonaram o carrinho

De acordo com a Moosend, a média de abandono de carrinho no mundo é de 69%, número que mostra como essa prática é bastante comum. Entretanto, ela não é normal. 

Busque saber porque os consumidores visitam as suas páginas, pesquisam os produtos, os adicionam ao carrinho, mas não finalizam a compra. Como? Observando a estrutura da sua loja. 

  • A proposta de valor do que é vendido está bem colocada? Essa é uma das primeiras razões que fazem alguém desistir da compra: não ser cativado pelo o que vê.
  • Sua loja trabalha bem com frete rápido e justo? Também é comum que alguém chegue até as etapas finais da compra, mas ao descobrir o valor do frete ou o tempo de entrega, desiste por não querer pagar o preço ou esperar o tempo indicado. Invista em uma boa estrutura de transporte das mercadorias.
  • Não se esqueça das formas de pagamento! Todo cliente que compra online quer praticidade e agilidade, então facilite os métodos de pagamento, adicionando quantos forem possíveis e sempre otimizando essa etapa.
  • Por último, realize um bom atendimento. Quando não é bem feito, os clientes podem até navegar pelo site e adicionar os produtos ao carrinho, mas antes de realmente comprar, eles se lembram se o atendimento é efetivo ou não. Afinal, se ele tiver algum problema com o pagamento, frete ou precisar realizar devolução, será fácil contatar a empresa?

Em resumo, tenha em mente que o cliente sempre vai preferir fechar a compra em um site que ele teve boa experiência ou já escutou recomendações positivas de outras pessoas.

Trabalhe para isso: sempre entregar os melhores serviços em cada etapa, e assim você conseguirá saber como aumentar as vendas online.