3 documentários inspiradores da Netflix

3 documentários inspiradores da Netflix

Cinebiografias sobre a história de sucesso – ou decadência – de personalidades e negócios famosos sempre foram um prato cheio para Hollywood. Com certeza você já viu filmes como Lobo de Wall Street (2014), A Rede Social (2010) e pelo menos uma das inúmeras produções sobre Steve Jobs. 

A polêmica acerca destes filmes também é velha conhecida do público, pois, apesar de retratar a realidade, esse tipo de produção quase sempre exagera em alguns fatos e na abordagem dos personagens. 

Pensando nisso, há quem prefira um bom documentário, uma visão que se aproxima mais da realidade ao mostrar os acontecimentos sem tanta roupagem, de uma maneira mais crua e experimental. Se você compartilha dessa opinião, ou simplesmente está em busca de histórias inspiradoras, fizemos uma lista com 3 documentários inspiradores da Netflix:


1) O Código Bill Gates (Davis Guggenheim – 2019) 

Trata-se de uma série documental, divida em 3 partes, que busca desvendar a mente do gênio e multibilionário Bill Gates através de uma série de perguntas, desde as mais banais como qual sua cor preferida, até mais profundas como qual é o seu maior medo. 

É interessante observar que a produção original da Netflix não só humaniza a figura de Bill, como dá a ele uma chance de rever alguns momentos cruciais da sua vida e se posicionar de acordo com a visão de mundo que tem hoje. 

O diretor Davis Guggenheim ganhou notoriedade com o documentário Uma Verdade Inconveniente (2006), que faz um alerta para o aquecimento global de acordo com a visão do político e ecologista Al Gore. Na produção de 2019, o debate sobre as mudanças no meio ambiente segue em voga, mostrando os esforços de Bill Gates, na sua fundação Bill e Melinda Gates, em desenvolver pesquisas em diversos campos, como o energético, saneamento básico e vacinas, para melhorar a realidade de milhões de pessoas ao redor do mundo e a vida no planeta Terra como um todo. 

A história de Bill Gates, além de ser uma das mais inspiradoras de todos os tempos por si só, aqui é contada por uma ótica diferenciada que nos leva a refletir sobre nós mesmos: como é que eu penso? E se tivesse tantos recursos, como eu mudaria a realidade à minha volta? 

2) Tony Robbins, Eu não sou seu Guru (Joe Berlinger, 2016)

O documentário traz os bastidores de um dos maiores eventos de coach e aperfeiçoamento pessoal do mundo: o “Date with Destiny”, algo como “Encontro com o Destino”, e um pouco sobre o homem que está por trás disso: o não guru Tony Robbins. 

A inspiração é o elemento principal da produção, que mostra Tony motivando milhares de pessoas, com os mais graves problemas, a enxergar uma esperança na vida, acreditar no seu potencial. Podemos perceber que não há técnicas mirabolantes na metodologia do coach, mas sim um discurso carregado de empatia e a capacidade de realmente olhar para um indivíduo com dificuldades, ouví-lo e aconselhá-lo a partir daí, algo que faz toda a diferença.  

Você pode até discordar da eficácia e legitimidade de Tony Robbins, mas o efeito que ele causa em seu público é inegável. O documentário nos transporta para este ambiente catártico de positividade e esperança, e se aproveitar um pouco dessa energia não faz mal à ninguém. 

3) Indústria Americana (Steven Bognar e Julia Reichert, 2019)

A última indicação traz uma história de contrastes culturais e reflexão sobre o papel humano numa linha de produção industrial. É o documentário Indústria Americana, que narra a reabertura de uma fábrica em Ohio, nos EUA, que faliu durante a crise econômica de 2008 e foi reaberta por um grupo de investidores chineses. 

Os diretores exploram as diferenças abismais entre os futuros gestores e os funcionários locais, os fatores culturais, a organização do trabalho, visões de mundo, e como tudo isso pode ser conciliado em prol de um objetivo em comum. 

Enquanto o mundo fala da rivalidade comercial entre China e Estados Unidos, o documentário vai na contramão e nos inspira com esse caso de superação de conflitos, mostrando o poder da indústria para conectar pessoas e culturas. 

Bônus: Indústria Americana: Uma Conversa com Michelle e Barack Obama 

A Netflix traz uma entrevista com o ex-presidente dos EUA e sua esposa, feita pelos diretores do documentário, que complementa as discussões levantadas na produção e ressalta a importância de contar histórias transformadoras. Vale a pena conferir! 

E você, já viu algum documentário que o inspirou? Deixe aqui nos comentários a sua sugestão! 

Leia mais: Entrevista com Victor Vieira: 5 dicas valiosas

Siga nossas redes para mais conteúdo exclusivo: Facebook e Instagram