Como converter seguidores das redes sociais em clientes?

As redes sociais são uma excelente ferramenta para aumentar a visibilidade de um negócio. Marcas, empreendedores, empresários e influenciadores buscam, cada vez mais, alcançar a atenção do público e ganhar seguidores. Mas a grande dúvida das empresas que estão nas redes é: como transformar seguidores em clientes?

 

Muitos seguidores significa muitas vendas?

 

Parece óbvio, mas seguidores só são clientes quando fecham a compra, fazendo um pagamento. Possuir um grande número de pessoas em sua rede não necessariamente reflete em um maior faturamento, porém, com a estratégia certa, é possível aproveitar esse potencial.

Primeiro, você precisa entender que o seguidor que acabou de chegar à sua página está no começo da jornada de compra, no topo do funil. Geralmente, essa pessoa ainda não está pronta para comprar seu produto, está pesquisando as opções ou apenas quer informações e entretenimento.

A audiência deve ser trabalhada, entrando cada vez mais no funil, para se tornar, de fato, clientela.

 

Como transformar seguidores em clientes

 

Separamos algumas estratégias que podem ajudar na hora de transformar seguidores em clientes:

 

1 – Conteúdo

 

Investir em um conteúdo de valor é básico, tanto para atrair os seguidores quanto para nutri-los, mas pode ser a peça chave para transformar seguidores em clientes. Após gerar o interesse inicial, uma ideia é criar uma isca digital, uma vantagem oferecida (ebook, pdf, desconto) em troca do cadastro (e-mail) do seguidor.

Com o e-mail em mãos, você pode utilizar a estratégia de e-mail marketing, que consiste em enviar conteúdo exclusivo e campanhas para a caixa de mensagens de possíveis clientes, a fim de estreitar o relacionamento e converter a venda.

O envio do e-mail marketing deve ser acompanhado de uma opção de cancelamento de seu recebimento, assim, o cliente se sente respeitado e você afasta a possibilidade de ser considerado spam.

Na hora de formular a mensagem, faça uso de textos persuasivos, mas não agressivos. Aposte em gatilhos mentais, por exemplo, para induzir à tomada de decisão de compra.

 

2 – Lista de Contatos

 

Iscas digitais e calls to action, chamadas para ação, também são úteis para criar uma lista de contatos, uma relação mais detalhadas de quem são os possíveis clientes e onde encontrá-los.

A lista de contatos é uma oportunidade para sua equipe de vendas começar a abordagem, fazer ligações que levarão à reuniões, apresentação dos produtos e, finalmente, à conversão.

Quanto maior o número de contatos, mais abordagens serão feitas e maiores serão as chances de bater a sua meta de vendas.

 

3 – Experiência

 

No contexto de infinitas possibilidades de compra e informação, a experiência do cliente é o diferencial. Em todas as etapas, o usuário quer se sentir especial, aliás, o tratamento recebido pode ser o fator determinante para transformar seguidores em clientes.

Em relação ao comportamento em relação aos seguidores, seja solícito, responda comentários, tire dúvidas de sua audiência. Uma simples resposta pode ser tudo que seu futuro cliente precisa para sentir segurança para comprar.

Quando conseguir a conversão, continue nutrindo o relacionamento com o cliente, enviando conteúdo, valorizando sua experiência e incentivando o compartilhamento dela.

Um dos maiores conversores de vendas é a prova social, que consiste no depoimento de clientes que já compraram. Comentários positivos podem acabar com as objeções de seguidores indecisos e levá-los a comprar também.

Provas sociais são excelentes conteúdos para serem publicados no seu feed, engajando seguidores e reiniciando a jornada de compra. Esses conteúdos também podem ser compartilhados nos stories também, caso o Instagram esteja dentro da sua estratégia de marketing digital.

 

Para transformar seguidores em clientes, é essencial panejamento

 

Todas essas estratégias que você leu anteriormente não podem ser utilizadas apenas esporadicamente. É essencial que você tenha um planejamento efetivo para que a virada aconteça.

Crie uma série de posts em cadência e até utilize datas comemorativas para fazer a conversão na internet. Assim, você garantirá que grandes oportunidades não escapem ou acabem sendo perdidas por falta de visão e organização.

Neste planejamento, também é válido incluir conteúdos de oferta. Os seus consumidores tem que entender que estão diante de uma oportunidade imperdível e que não podem deixar que ela passe. Por isso, o ideal é que você utilize as suas redes para entender quais são as dores dos seus clientes.

Assim, ficará mais fácil levantar as necessidades e desenvolver ações focadas em vender para estes seguidores.

 

Crie anúncios pagos

 

Se você tiver orçamento para investir, vale a pena começar a trabalhar com tráfego pago. Pelo Facebook Ads e Instagram Ads, você pode criar campanhas bem direcionadas para o seu público.

Você consegue produzir anúncios e entregá-los de acordo com características demográficas, comportamentais e também baseado em ações passadas, como visita ao seu site.

É possível criar anúncios em vídeo, carrossel e imagens. É importante que o criativo a campanha chame atenção dos usuários, tenha boa resolução, um texto que leve a uma tomada de decisão, um CTA (Call To Action) e um link, que pode ser para uma página de venda, para o WhatsApp, para se cadastrar em um lista de e-mail, para baixar um isca digital e até para uma newsletter.

 

Engajamento é mais importante que o número de seguidores

 

O engajamento, diferente do número de likes e seguidores, não é apenas uma métrica de vaidade, que deixa a gente orgulhoso, mas não representam muita coisa.

O engajamento corresponde a interação que os seguidores tem com a sua marca. Ele ocorre quando o usuário se conecta com algum conteúdo ou mensagem que você está passando. Ou seja, é uma forma efetiva de criar relacionamento, o que facilita transformar seguidores em clientes.

Por isso, na hora de fazer o planejamento, pense em conteúdos que geram impacto suficiente para que a pessoa sinta vontade de comentar e compartilhar o seu conteúdo. E, claro, busque sempre responder as interações de forma espontânea.

Vale ressaltar que nem todos os seguidores terão que passar por todas essas etapas para comprar, alguns simplesmente chegarão com a decisão de compra tomada, mas as dicas servem para que você administre aqueles que ainda não têm o interesse completo. Ainda mais quando o seu produto possui ticket mais elevado e o caminho até a venda é mais longo. 

Quer saber como vender mais em plataformas específicas?

 

LEIA  TAMBÉM : Vendas pelo WhatsApp e Vendas no LinkedIn

Siga nossas redes sociais:


Facebook


Instagram


Linkedin


Youtube