Franquias baratas para investir: saiba como escolher com segurança

Uma das grandes dificuldades para quem deseja ter um negócio é conseguir o investimento inicial. Assim, muitas pessoas procuram franquias baratas para investir. A boa notícia é que é possível encontrar opções lucrativas e com retorno relativamente rápido

No entanto, você precisa estar atento e fazer uma análise criteriosa das possibilidades, para fazer uma aposta segura do seu investimento. Neste artigo, nós vamos explicar como você pode identificar com segurança boas oportunidades de franquias de baixo investimento e retorno rápido. 

Continue a leitura, se você quer fazer bons planos para investir o seu dinheiro e se tornar dono da sua própria empresa! 

Como encontrar franquias baratas para investir? 

Para quem não tem um valor muito alto de capital inicial, o fator preço pode ser determinante na hora de escolher entre franquias baratas para investir. No entanto, há outros fatores que precisam ser observados para garantir o sucesso do negócio. 

Não escolha apenas pelo preço

Hoje em dia, é possível começar uma franquia com menos de R$ 5.000. Mas uma franquia barata nem sempre significa que ela seja lucrativa, ou que você terá um retorno rápido desse investimento. 

Além do valor, outros fatores influenciam no retorno e na lucratividade do negócio. Por isso, você deve observar pontos como a solidez da marca, a penetração de marca no mercado, a reputação, o apoio que a rede dá aos seus franqueados, entre outros aspectos.

Royalties e outras taxas

As franquias oferecem uma série de vantagens para os empreendedores. Entre as principais, estão o apoio, o know-how e algumas vantagens em negociações de compra de equipamentos, materiais etc. 

Em contrapartida, o franqueado precisa pagar royalties e outras taxas, para custear todo esse apoio da rede. Ao analisar as franquias baratas para investir, é imprescindível olhar com cuidado para todos esses números. Juntamente com dados como o faturamento médio, o fundo de propaganda e outros números importantes da empresa, esses dados dirão qual o seu potencial real de lucro — não só de faturamento. 

Fidelização dos clientes

Outro aspecto importante ao considerar uma franquia é o nível de fidelização dos clientes, uma vez que o custo para trazer um cliente de volta é muito menor do que o custo de aquisição de novos clientes. 

Nesse sentido, alguns setores têm uma vantagem. Franquias do ramo de treinamentos e educação, por exemplo, têm um ótimo potencial de fidelização de clientes. Com o mercado dinâmico em que estamos inseridos, todos os profissionais precisam de atualização constante. Se os serviços oferecidos pela franquia forem de qualidade, os clientes terão prazer em continuar a sua capacitação no mesmo lugar onde começaram. 

Como identificar boas franquias de baixo investimento e retorno rápido? 

É muito comum associar a ideia de que uma franquia barata é também uma franquia lucrativa, e isso nem sempre é verdade. A lucratividade da franquia está relacionada a diversos fatores, entre eles, o trabalho do próprio franqueado. 

“Há uma certa confusão entre franquia lucrativa e pouco trabalho, as pessoas procuram por algo que proporcione as duas coisas, mas não é no sistema de franquias que vai encontrar”, afirmou em entrevista à revista PEGN Adir Ribeiro, fundador da consultoria Praxis Business.   

Outra confusão muito comum é entre os termos “faturamento” e “lucratividade”. O primeiro diz respeito ao valor correspondente à venda de produtos ou serviços em um determinado período. Desse valor, devem ser descontados uma série de despesas — aluguel, folha de pagamentos, reposição de estoque, contas dos serviços básicos, royalties etc. 

Já o lucro são os ganhos reais da empresa, depois de descontados todos os gastos. Sabendo dessa diferença básica entre esses dois conceitos, o empreendedor terá um maior poder de negociação e poderá tomar decisões mais acertadas para o negócio e para si próprio. 

Projeção de cenários

O processo de seleção do candidato a franqueado inclui a apresentação da projeção de diferentes cenários, com perspectivas que vão das mais otimistas até as mais críticas. É comum também que a franqueadora faça um exercício com o candidato. Nesse exercício, o empreendedor deverá projetar esses cenários à realidade local de onde pretende abrir a franquia. 

O que pode ser considerado um bom lucro? 

Apesar de parecer uma pergunta bastante objetiva, não há uma resposta única para ela. Portanto, a resposta curta é: depende. O parâmetro de “bom” vai depender do estilo de vida e do padrão de vida do próprio empreendedor. 

Uma franquia — assim como negócios próprios — é considerada lucrativa quando o faturamento é suficiente para pagar as despesas do próprio negócio e garante um pró-labore para o empreendedor. Portanto, você precisa definir quanto gostaria de ganhar, estimar os seus custos fixos — aluguel, folha de pagamentos, estoque, impostos etc — e comparar esses valores com a estimativa de faturamento da franquia. 

Lembre-se, ainda, que você precisará de um capital de giro para se manter enquanto o negócio não começa a caminhar sozinho. Toda empresa tem um período inicial em que o empreendedor não terá ganhos. Ao contrário, muitas vezes, será necessário ainda fazer alguns investimentos antes de obter o retorno. 

Qual negócio abrir com 30 mil reais? 

A escolha de uma entre as melhores franquias baratas para investir depende de uma série de fatores que vão desde o seu conhecimento de mercado, a sua afinidade com o mercado, passando por aspectos como a análise do setor e a experiência do franqueador. 

Antes de escolher uma franquia, você deve analisar todos os números da rede, as projeções e também o suporte que a rede dá aos seus franqueados. Veja quais são os royalties, as taxas e demais despesas fixas que você terá enquanto integrante da rede. 

É interessante também pensar em franquias que tenham um modelo de negócio baseado em receita recorrente. Tais modelos funcionam com base em um contrato que o cliente assina e paga mensalmente uma quantia fixa pelo fornecimento de um determinado serviço. 

Essa característica é uma vantagem para o empreendedor. Ao mesmo tempo em que permite superar a sazonalidade, é uma ótima forma de prever o faturamento da empresa pelos meses seguintes. O modelo de negócio baseado em receita recorrente também apresenta uma grande vantagem, pois diminui os investimentos com aquisição de novos clientes, uma vez que o próprio modelo de negócio já proporciona a fidelização

Nesse sentido, as franquias do Instituto de Especialização em Vendas são ótimas opções para quem deseja ter o seu próprio negócio e tem um capital de aproximadamente R$ 30 mil para investir. Fundado em 2014, o IEV é uma escola com foco na especialização de vendedores. 

A rede que possui como sócios os maiores especialistas em vendas do Brasil, oferece cursos, congressos, workshops e outros serviços educacionais com base em uma metodologia prática. Com R$ 26 mil, você pode abrir o seu próprio negócio, ser referência em vendas na sua região e ajudar diversas empresas a venderem mais e melhor. Informe-se sobre a franquia do IEV e veja como você também pode ter um impacto positivo na vida de milhares de pessoas!