Oportunidades para franquias: fique ligado e aproveite as tendências de mercado!

Tecnologia, fusões e integração de canais são algumas das principais oportunidades para franquias para o ano de 2020. A avaliação é de André Friedheim, presidente da ABF (Associação Brasileira de Franchising). 

Segundo estimativas da associação, existem quase 3 mil marcas que oferecem o modelo de expansão no Brasil. Só no terceiro trimestre de 2019, o setor faturou R$ 182,6 bilhões, um crescimento de 6,8% em relação ao mesmo período de 2018.

Ainda no final de 2019, o Governo Federal aprovou mudanças na Lei de Franquias, que passaram a valer a partir de março de 2020. Mas, além da legislação, fatores de mercado também têm influenciado fortemente o setor de franquias. Neste artigo, vamos destacar as principais tendências para franquias e apontar o que é importante observar quando for escolher uma franquia para investir. Boa leitura! 

Oportunidades de franquias para você ficar de olho

Lojas multicanal

André Friedheim, da ABF, explica que as lojas franqueadas farão parte de uma lógica de distribuição multicanal, em que o cliente compra na internet e a loja mais próxima faz a entrega, com menos custos, ou ainda, o consumidor poderá optar pela retirada na própria loja. 

“Já temos softwares que permitem isso e passamos a ver de maneira mais prática no dia a dia”, afirmou. As redes encontraram maneiras de atender ao multicanal dentro da tributação adequada, utilizando práticas similares às câmaras de compensação, comum à instituições financeiras. Assim, aproveitaram uma das oportunidades para franquias.

Fusões e aquisições

O movimento de consolidação e fusão de franquias deve se intensificar, por conta das condições de aumento de escala de atuação.

Um exemplo é a holding International Meal Company (IMC), dona das redes Frango Assado e Viena, que anunciou a fusão com a MultiQRS, que detém os direitos da Pizza Hut e KFC no Brasil. Entre as estratégias possíveis, as redes de fast-food passarão a ter unidades nos postos Frango Assado.

Serviços

Com as mudanças tecnológicas, a aposta de Friedheim de oportunidade para franquias é em franquias de serviços. “Estamos passando por um processo de profissionalização de serviços em diversas áreas diferentes, de conserto de carros a saúde, e isso passa muito pelo sistema de franquias”, ressaltou. 

Alimentação

O setor mais representativo do franchising brasileiro continuará a ter crescimento dos dark restaurants e da chamada comida do futuro.

No setor da gastronomia, há uma tendência de restaurantes nos quais toda a experiência acontece em um ambiente totalmente escuro e os clientes não conseguem ver o que estão comendo. Apesar do nome sugestivo, não é bem isso que queremos dizer com dark restaurants. 

Trata-se, na verdade, de uma oportunidade para franquias que consiste em um modelo de negócios com foco no delivery. Ou seja, a cozinha produz a comida, mas o restaurante não tem serviço no salão. Todos os pratos são entregues aos consumidores para consumo fora da loja. A N1 Chicken, de frangos fritos, é uma empresa brasileira que funciona nesse modelo, desde 2017, possuindo 80 unidades de franquia. 

Já a comida do futuro é feita à base de plantas, com alta tecnologia. Carnes com textura e sabor de carne, mas sem nenhum ingrediente de origem animal estão no topo da lista desses novos alimentos feitos em laboratórios. E, se você acha que isso é coisa de ficção científica, engana-se: redes como Burger King e Spoleto já exploram essa opção mais sustentável.

Inteligência Artificial

Vamos passar por um embarque de tecnologia nas redes, nos mais diversos espectros. Inteligência artificial, machine learning, trabalho de dados. Vamos ver bastante, em todas as redes — cada uma dentro de sua especialidade”, disse Friedheim

A rede CRM, responsável pela Kopenhagen e Chocolates Brasil Cacau, aproveitou essa oportunidade para franquias adotando a inteligência artificial para ajudar no planejamento, na produção e abastecimento das lojas. Segundo a administração, a tecnologia ajudou a reduzir 50% no volume de estoque, a ruptura não ultrapassa os 5%, já tendo alcançado impressionantes 0,2%.

Franquia em 2020: tendências que vieram para ficar

Em 2020, o mundo passou por uma mudança intensa que vai deixar marcas profundas e vai transformar alguns aspectos da nossa sociedade no longo prazo. O driver que causou essas mudanças — a pandemia mundial de Covid-19 — era impossível de ser previsto e ainda não conseguimos calcular totalmente os seus impactos. 

Mas algumas tendências das franquias que já vinham acontecendo foram ainda mais acentuadas pela pandemia e não dão sinais de que irão desaparecer neste “novo normal”. Vamos analisar duas delas nos próximos tópicos. 

Microfranquias

Uma das maiores oportunidades para franquias na atualidade está nas microfranquias, ou versões enxutas de unidades de franchising que você pode abrir com até cerca de R$ 90 mil. 

Segundos dados da ABF, esse modelo de negócio cresceu 8% de 2017 para 2018, passando de 545 marcas nessa modalidade para 589. Com a realidade financeira recrudescida que se anuncia para os próximos anos, a tendência é que os negócios que exigem menor investimento apresentem um crescimento ainda mais expressivo. 

Home based

O trabalho em regime de home office ainda encontrava muita resistência pela maioria das empresas em todo o mundo. Mas 2020 chegou para mudar isso também: com uma pandemia de transmissão por vias aéreas e circulação do vírus facilitada por aglomerações e ambientes pouco ventilados, o trabalho feito de casa tornou-se a regra. 

Gigantes do mercado, como a Microsoft e a Google, passaram de janeiro para junho de 2021 a volta dos trabalhadores aos escritórios, e a data pode ser mudada novamente, dependendo da situação da pandemia. Segundo uma pesquisa da plataforma Slack descobriu que a maior parte dos profissionais gostariam de continuar em home office ou, pelo menos, adotar um modelo híbrido. 

Mas esse estilo de trabalho não é só para quem é contratado de uma empresa. Existem algumas franquias que permitem o trabalho de casa. Setores como o da educação, as consultorias e a tecnologia são muito propícios para quem gosta da ideia de trabalhar sem sair de casa.  

A franquia do Instituto de Especialização em Vendas (IEV), por exemplo, é uma ótima opção que vai ao encontro de algumas das oportunidades para franquias que trouxemos neste artigo. Com uma opção de microfranquia, você pode abrir a sua unidade do IEV com um investimento inicial de apenas R$ 26 mil. 

Fundado em 2014, o IEV é uma escola que tem como foco a especialização de vendedores. Como é um negócio do setor de educação, é possível adotar um regime de trabalho remoto ou, no mínimo, misto.  

Os sócios da rede são os maiores especialistas em vendas do Brasil, que uniram-se para criar uma metodologia baseada na prática que sistematiza o processo de vendas. Dessa forma, fechar negócios depende menos do “jeitinho” do vendedor, e muito mais da sua formação profissional. A rede oferece cursos, congressos, workshops e outros serviços educacionais, com o objetivo de ajudar as empresas a venderem mais e melhor. Pesquise a franquia do IEV e veja como você pode aproveitar essas tendências para franquias!


Facebook


Instagram


Linkedin


Youtube