Saiba escolher franquias para trabalhar sozinho e ser o seu próprio chefe

Muitas pessoas têm o sonho de terem o próprio negócio e “não terem mais chefe”. Mas a realidade da vida empreendedora pode ser muito mais complicada do que aparenta, principalmente se você tem uma equipe para gerir e folha de pagamento para administrar. Por isso, as franquias para trabalhar sozinho podem ser uma boa alternativa. 

As franqueadoras oferecem suporte aos seus franqueados com capacitações, manuais e formações específicas para ajudá-lo a ter o melhor desempenho possível. Esse apoio minimiza algumas das principais dificuldades de ter o próprio negócio. 

Mas para escolher a franquia certa para você e o seu perfil é necessário ter atenção a certas questões, que vamos abordar neste artigo. Continue a leitura para saber como trabalhar sozinho e ter bons resultados! 

Como escolher franquias para trabalhar sozinho

É comum o pensamento que trabalhar sozinho significa ter maior liberdade e “trabalhar quando quiser”. Antes de entrar no assunto da escolha das franquias para trabalhar sozinho, é importante desfazer esse mito. O empreendedor individual continua tendo uma série de obrigações a cumprir e terá de fazer tudo… sozinho. 

Isso vai significar longas horas de trabalho árduo. Várias vezes, você não vai ter tanta liberdade assim, porque vai precisar realizar entregas para o seu cliente, cumprir com obrigações burocráticas, lidar com parceiros e fornecedores. 

Mas o objetivo aqui não é desanimar ninguém. Ao contrário, ciente da realidade, fica muito mais fácil aproveitar as várias vantagens de ter uma franquia para trabalhar sozinho. Entre as principais, podemos citar: 

  • Menos gastos, já que não há uma folha de pagamentos; 
  • Maior rentabilidade, se comparada a empresas com alto número de funcionários; 
  • Possibilidade de home office em alguns dias da semana; 
  • Maior equilíbrio entre vida profissional e familiar ou pessoal; 
  • Mais tempo e energia para lidar com questões do negócio, já que não precisa se dedicar ao recrutamento e seleção. 

Com isso em mente, você pode começar a analisar franquias para trabalhar sozinho olhando para alguns critérios. Veja nos tópicos a seguir. 

Aproveite as suas forças

Quando você faz a análise SWOT de uma empresa, deve apontar as forças, as fraquezas, oportunidades e também as ameaças. Por que não fazer uma análise SWOT de você enquanto empreendedor e usar essas informações para entender em qual setor ou atividade você poderia se dar melhor? 

Analise as suas hard e soft skills e entenda os seus pontos fortes, que vão ajudar a sua caminhada rumo à sua meta profissional. 

Planeje-se bem

Uma boa rede de franchising oferece boa parte do plano de negócio para o franqueado. Mas isso não significa que o seu trabalho de planejamento já esteja feito. Primeiro, você precisará de um plano pessoal e de capital de giro para se manter até o negócio começar a ter lucro. Depois, precisa localizar o plano de negócio para garantir o sucesso no mercado onde deseja atuar. 

Pense colaborativamente

É mais normal ouvir falar na competitividade do que em colaboração no mundo dos negócios. Mas poder contar com uma rede de apoio será fundamental para quem está analisando franquias para trabalhar sozinho. 

Unindo-se a outros franqueados, apoiando-se na rede de franchising e montando uma rede de parceiros você conseguirá obter muitas vantagens, como negociações de preços melhores em insumos e outras. 

Aproveite o apoio da rede

Uma das grandes vantagens em fazer parte de uma rede de franchising é o suporte que você vai receber da franqueadora. Portanto, ao escolher franquias para trabalhar sozinho, analise qual o apoio oferecido aos franqueados. Depois, não pense duas vezes antes de aproveitar os recursos para potencializar o sucesso do seu negócio.

Avalie o background dos fundadores

Por maior que seja uma rede de franchising, ela sempre vai guardar os valores e características dos sócios fundadores. Por isso, analisar o histórico da rede e, em particular, dos sócios é importante. Avalie o seu posicionamento de mercado, se são profissionais com boas qualificações e quais valores defendem. Assim você poderá encontrar uma rede de franchising que tenha a ver com o seu perfil.  

Como trabalhar sozinho de maneira eficiente

Quem vai trabalhar sozinho precisará de grandes doses de disciplina para não deixar as atividades se acumularem. Principalmente nos dias de home office, a tentação para ficar sentado no sofá, com a TV ligada é grande. Por isso, é importante montar um espaço de trabalho, ainda que seja em um canto da sala. 

Outra boa prática é combinar com a família qual será o seu horário de trabalho. Dessa forma, você não corre o risco de ser interrompido por atividades externas. Uma dica que ajuda muito é você criar a sua rotina de trabalho. Aos poucos, esse ritual será internalizado e vai ficar cada vez mais fácil cumprir as suas obrigações sem deixar nada atrapalhar. 

Algumas ferramentas ajudam muito na organização do tempo, garantindo como trabalhar sozinho com boa produtividade. O Trello, por exemplo, é uma plataforma gratuita onde é possível organizar as atividades pendentes, as que estão em andamento e aquelas já realizadas. Você pode também definir prazos e anexar materiais que vão ajudar na elaboração de cada uma. 

Quando se trata de franquias para trabalhar sozinho, cada empreendedor vai encontrar a metodologia que funciona melhor para si. O importante é se organizar para não deixar as coisas saírem do controle. 

Dicas de negócios para trabalhar sozinho

As microfranquias são modelos de negócios que atraem muitos interessados em franquias para trabalhar sozinho. Os motivos para isso são vários, sendo o primeiro um valor relativamente baixo para o investimento inicial

Com menos de R$ 30 mil é possível encontrar uma franquia com boa rentabilidade e lucratividade, com a qual você vai poder realizar o plano de ter o seu próprio negócio. Além disso, as microfranquias trazem soluções inovadoras para questões muito atuais do mercado. Como a empresa é formada por uma única pessoa, fica fácil adaptar-se às novidades que o mercado exige para atender as necessidades dos consumidores. 

Alguns ramos são muito promissores, e a educação está nos lugares mais altos da lista. Assim, a franquia IEV (Instituto de Especialização em Vendas) apresenta-se como uma ótima escolha para quem está em busca de franquias para trabalhar sozinho. Fundado em 2014 com a missão de mudar o mundo por meio das vendas, a rede já tem mais de 40 franquias pelo país. 

O Instituto oferece cursos, workshops e organiza eventos para promover a capacitação e profissionalização de gerentes e vendedores. A metodologia é prática e já ajudou centenas de empresas a venderem mais e melhor. Se você está à procura de franquias para trabalhar sozinho, confira já a franquia do IEV e veja o impacto que a rede já teve na vida de milhares de pessoas!